collapse

* Posts Recentes

Sony K790ES - deck de cassetes audio por SerraCabo
[Ontem às 17:21]


Caixa - Baterias Lítio por jm_araujo
[Ontem às 08:13]


Macaquinho elétrico diy por josecarlos
[01 de Junho de 2023, 22:25]


Kenwood KT-5X (Tuner) por dropes
[01 de Junho de 2023, 18:23]


Coleção de motores e cenas por almamater
[01 de Junho de 2023, 05:53]


Teclado (GMMK) com Avaria por jm_araujo
[23 de Maio de 2023, 11:56]


Compressor sem óleo por dropes
[10 de Maio de 2023, 13:50]


Como interagir com um textEdit? por SerraCabo
[23 de Abril de 2023, 19:48]


Microondas - Avaria por SerraCabo
[21 de Abril de 2023, 12:35]


Controlado de ou para trotinete por filjoa
[21 de Abril de 2023, 09:37]

Autor Tópico: Reflow Hot plate, por menos de 10€  (Lida 2060 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline dropes

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 2.131
Reflow Hot plate, por menos de 10€
« em: 20 de Março de 2023, 16:44 »
Chegou a hora de criar um hot-plate,

para que serve, embora diga no site de vendas que é para dessoldar LEDs,
também funciona bem em 'reflow' de PCBs, desde que não tenha componentes 'thru-hole' já soldados
ou a temperatura da solda seja sem chumbo, o que exige algo de maior potência, 'reflow oven' para o efeito.
Os tempos e temperaturas devem ser cumpridos, noutro caso apenas para grelhar bacon umas salsichas e com alguma pericia um ovo estrelado.

Além de realizar o soldamento de componentes, também pode ser usada na criação do 'silkscreen' para a pasta de solda, 1ºs resultados satisfatórios.






A ventoinha vem a dar uma grande vantagem, além de ser mais fácil regular a temperatura, na fase de arrefecimento consegue acompanhar a curva.
Neste caso, tive de colocar a direcção do ar a entrar pela ventoinha e a sair pelo topo, ajuda a arrefecer os componentes e a própria caixa, e claro a placa de aquecimento.




Dificuldades,
- Calibrar o termistor para leituras lineares (existe uma formula, mas os valores não correspondiam há realidade, acabei por criar uma lista com a captura do multímetro em modo temperatura, e em simultâneo o valor correspondente do ADC do micro)
- Calibrar o PID, as alterações de temperatura são lentas, conseguir ter os valores certos é demorado.

Placa de aquecimento PTC 600W: 5,05
Relé SS G3MB-202P: 1,675 (230V 2A)
Termistor NTC3950: 0,702 (100k, max. 300ºC)

~Restantes componentes de reciclagem:
Atmega328 (faltava-lhe uma pata lol)
LCD (restante do osciloscópio marado, o m64 foi para o galvo hehe)
Transformador e encoder rotativo (microondas)
LED RGB (só necessitava de RG, creio que era de um scanner)
Suporte da placa em cerâmica (topos das resistências do microondas)
Caixa (quem não a reconhece?)


Total de despesas: 7,5




Agora só falta pô-la em prática, falta-me a pasta de solda 183º para ajustar melhor as temperaturas, deve vir a nado, já a encomendei faz 1 mês...







Offline dropes

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 2.131
Re: Reflow Hot plate, por menos de 10€
« Responder #1 em: 08 de Abril de 2023, 19:43 »
Acabei de receber a pasta de solda (relife sn63/pb67 183 graus) e resolvi por em prática este novo projecto. Aproveito para aplicar o filme fotossensível (via ali 15cmx2m por 2.5€ já com portes), vai servir para o soldermask e de silkscreen para a pasta de solda.
Um circuito simples para testar, LM555 não tem nada que enganar, funciona bem a 3V e é de baixo consumo.
 


Para testes basta um cadito de pcb, lá no meio encontrei uma de baquelite, já nem fazia ideia que existiam pcbs fotossensíveis de baquelite. Parece que foi uma má escolha, mais detalhes à frente.



Imprimi em duplicado para ficar mais opaco e uni com fita adesiva de duas faces.
(a película da direita nunca é usada, calculei mal)
Para o silkscreen, removi uma chapa de cobre com a ajuda da pistola de ar quente, e limpei-a bem com diluente.
 


O filme deve ser aplicado com a ajuda de uma laminadora, como não tenho, usei a placa de aquecimento em 100º com um pano em cima desta. Funciona.
 


Na insolação, usei uma matriz de LEDs UVs por 15min.
Ao contrário da insolação de uma PCB, onde todo o circuito deve ser ocultado de luz, quando se usa um filme, a zona que recebe luz escurece ao curar-se; na revelação todo o filme que não recebeu luz, é eliminado.

Depois de revelada, deverá ficar por mais 15min sobre os UVs bem próximos para acabar de curar.
 


O resultado foi bera, parece que na revelação, a concentração de soda caustica deverá ser inferior, usei 10g/L e notei grandes melhorias em 3g/L ao aplicá-la na PCB.
 


Após corrosão em percloreto de ferro, coloquei a chapa em cima da PCB para a aplicação da pasta de solda.
 


Não usei excessiva pasta, a chapa é que não estava lá muito plana e deu nisto, não me preocupo muito, pois ao derreter acaba por encolher.



Componentes em posição.



Reflow a 190º, 210 e 220º mesmo que a solda se tenha derretido, não aderiu bem ao cobre.
Problemas verificados:
1º a baquelite não transmite tão bem o calor como a fibra de vidro, daí ter subido a temperatura para descartar esse problema, não resolveu
2º ficaram marcas do pano no soldermask ao usá-lo na adesão do filme a quente
3º quando um filme não fica bem, pode-se sempre repetir o processo e ficar com duas camadas de soldermask
4º A solda não adere bem ao cobre, a remoção do filme no local das pads deve ser verificada, vestigios evitaram uma boa soldadura.
 


Placa a 200º e remoção de todos os componentes.
 


Após raspar as pads, apliquei de novo a solda pelo silkscreen e desta vez já ficou mais aceitável.
Verifiquei também o reposicionamento dos componentes ás pads, interessante.
Reflow a 210ºC.
 


O funcionamento é de piscar um LED a cada segundo, alimentado com uma CR2032, consome 0.8mA em repouso e 10mA quando o LED acende.

O objectivo nunca foi de criar uma nova engenhoca, mas sim de testar novos procedimentos para aplicar em projectos futuros, sem experimentar nunca vou saber, por mais vídeos que veja.
Este novo brinquedo mostrou-se útil, em vez de se ajustar o tempo entre os passos (como demostrei no vídeo), ajusta-se apenas a máxima temperatura, a relação entre etapas mantém-se.

Acho satisfatório o que se pode aprender num único dia.

Uma boa Páscoa a todos  :)