collapse

* Posts Recentes

Identificador Via Verde por almamater
[Hoje às 07:41]


Visualizing memory layout of Rust's data types por blabla
[15 de Outubro de 2021, 14:01]


Ligação desconhecida por jm_araujo
[14 de Outubro de 2021, 00:35]


Electrónica em palpos de aranha por SerraCabo
[13 de Outubro de 2021, 15:46]


Pistola de Dessoldar por dropes
[08 de Outubro de 2021, 14:45]


KiCad stable release 5 por KammutierSpule
[06 de Outubro de 2021, 16:00]


Assemblagem de PCBs - JLCPCB por fergas
[06 de Outubro de 2021, 10:12]


Tarifas carta postal Correos.ES por jm_araujo
[05 de Outubro de 2021, 23:16]


Raspberry Pi Zero W para venda por StarRider
[04 de Outubro de 2021, 22:51]


Como obter o máximo de performance do vosso computador. por blabla
[03 de Outubro de 2021, 14:18]

Autor Tópico: Como funciona um OpAmp com construção usando componentes discretos.  (Lida 1992 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 67
Bom dia,

Gostaria de vos sugerir a visualização dos seguintes vídeos que são bastante interessantes, mas mesmo assim em uma grande componente pratica.

AN OP-AMP FROM THE GROUND UP
https://hackaday.com/2020/05/09/an-op-amp-from-the-ground-up/

Artigo original onde está o circuito do OpAmp discreto simples.

DIY Operational Amplifier by JIM KEITH
https://www.electroschematics.com/diy-operational-amplifier/

Sequência de vídeos….

#411 Build an opamp (part 1, current source)


#412 Build an opamp (part 2, differential amplifier)


#413 Build an opamp (part 3, output driver)

 
#414 Build an opamp (part 4, output stage)


#415 Build an opamp (part 5, offset voltage adjust)


#416 Build an opamp (part 6, how an opamp works)


#417 Build an opamp (part 7, Spice modeling the DIY op-amp)


Obrigado,

Cumprimentos,
João Nuno Carvalho

Offline dropes

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 2.019
Re: Como funciona um OpAmp com construção usando componentes discretos.
« Responder #1 em: 13 de Maio de 2020, 13:04 »
Bom dia  ;)

Desde já, obrigado pela partilha.
Acho interessante o uso de componentes discretos nos circuitos, na maior parte das vezes, esses são excluídos e substituídos por ICs, em circuitos mais complexos é necessário fazer isso.

Tentar entender toda a calibração que foi necessária para o processamento de um sinal analógico, é genial, se bem que só o faço nalguns casos para evitar o overkill de colocar um IC para uma função simples, como inverter um sinal ou uma amplificação modesta.

Normalmente vou buscar à net a combinação de componentes, altero os valores para o pretendido e com algumas simulações, lá consigo, a breadboard também dá uma ajuda nalgumas dúvidas.

Sei que o pessoal se virou todo para a era digital, plug&play e essas coisas, IOT é no que está a dar, já a analógica fica para a velha-guarda, depois venham falar de amplificadores a válvulas e alguém fica perdido pelo meio, que é o meu caso  ;D

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 67
Re: Como funciona um OpAmp com construção usando componentes discretos.
« Responder #2 em: 15 de Maio de 2020, 01:12 »
Boa noite Dropes,

Esta sequência de vídeos está de facto muito boa e vale bem a pena ver do início até ao fim em todos os seus detalhes. Eu por exemplo acabei de ver agora uma segunda vez e existiam várias coisas que me tinham passado despercebidas na primeira visualização.

O que este circuito faz e esta sequência de vídeos faz é levantar o véu e mostrar o que está por baixo de um OpAmp e retirar os passos de “magia”. Mas isso também normalmente, um bom livro de OpAmps já faz. Contudo nunca tinha vista em formato de vídeo um que estivesse tão didáctico, interessante equilibrado.

Para se perceber melhor o funcionamento do andar de push and pull de output do circuito do OpAmp discreto……recomendo também a visualização deste vídeo onde o autor explica o funcionamento do Push and Pull em classe B e em classe AB e mostra uma forma parecida em “espirito” a um push and pull mas ainda mais interessante usando transformadores.

#271 two types of class B amplifiers
 

Cumprimentos,
João Nuno Carvalho