collapse

* Posts Recentes

Rede de comboios elétricos totalmente autónomos 10 ton em Rust em realtime. por blabla
[18 de Setembro de 2022, 18:44]


NiMH por 18650 por almamater
[18 de Setembro de 2022, 17:21]


How We Get Down to 0.2nm CPUs and GPUs - TechTechPotato por blabla
[18 de Setembro de 2022, 15:38]


Nova secção de Raspberry Pi Bare Metal em C e em Rust e Systems Programming por blabla
[04 de Setembro de 2022, 08:55]


The code for AGI will be simple - John Carmack and Lex Fridman por blabla
[29 de Agosto de 2022, 07:36]


Wavelets: a mathematical microscope por blabla
[28 de Agosto de 2022, 20:50]


Bom livro - Dive Into Systems por blabla
[28 de Agosto de 2022, 12:19]


graus negativos inclinação por josecarlos
[28 de Agosto de 2022, 11:31]


Super obsolescência super programada? por SerraCabo
[06 de Agosto de 2022, 11:36]


Motor de aspirador por dropes
[02 de Agosto de 2022, 22:18]

Autor Tópico: Portugal na lista de países hostis à Rússia  (Lida 1205 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Njay

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 3.595
    • Tróniquices
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #15 em: 09 de Março de 2022, 14:11 »
Os sistemas anti míssil não é mais do que enviar um míssil para explodir outro e funcionam melhor para os (...)

Rebentar com eles na ascenção é muito melhor, mas dado o alcance do ICBM parece-me bastante difícil.

Offline jm_araujo

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 2.865
  • NERD!
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #16 em: 09 de Março de 2022, 15:18 »
Nos vários produtos que vi no site da Maqfort, incluindo alguns com a marca Maqfort, só vi "distribuimos e damos assistência..."... ou seja, é material importado. Da página "sobre nós", "Conhecedores profundos da realidade e necessidades do mercado, procuramos as melhores soluções a nível mundial.". Concluo que são apenas distribuidores, como tantos outros.
Tens toda a razão, é o que dá procurar à pressa, e a memória já não ser tão boa como antigamente.
Afinal a empresa que vi equipamento no Colin Furze foi a https://www.amobgroup.com/pt-pt/sobre-nos/ , pode ser vista aqui: https://youtu.be/ae93CBUrPB8?t=258 , e não era uma serra, era uma maquina de curvar tubo.



blabla, a área de emprego não será específica da da zona de Lisboa? O centralismo levou a que em Lisboa houvesse uma quantidade desproporcional de empresas de serviços concentradas, e é normal que o tipo de emprego seja mais viarada para essas áreas. Eu do meu curso (engenharia eletrotécnica no Porto) conheço alguns que viraram para informática, mas também conheço (e específicamente do meu ano) quem esteja em muitas outras áreas, desde fundições até fabricas de pneus passando por telecoms e academia (e isto sem contar com os que atingiram cargos políticos de alto nível)
« Última modificação: 09 de Março de 2022, 15:25 por jm_araujo »

Offline Njay

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 3.595
    • Tróniquices
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #17 em: 10 de Março de 2022, 00:36 »
Os sistemas anti míssil não é mais do que enviar um míssil para explodir outro e funcionam melhor para os (...)

Rebentar com eles na ascenção é muito melhor, mas dado o alcance do ICBM parece-me bastante difícil.






« Última modificação: 10 de Março de 2022, 00:57 por Njay »

Offline Njay

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 3.595
    • Tróniquices
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #18 em: 10 de Março de 2022, 00:57 »
Nos vários produtos que vi no site da Maqfort, incluindo alguns com a marca Maqfort, só vi "distribuimos e damos assistência..."... ou seja, é material importado. Da página "sobre nós", "Conhecedores profundos da realidade e necessidades do mercado, procuramos as melhores soluções a nível mundial.". Concluo que são apenas distribuidores, como tantos outros.
Tens toda a razão, é o que dá procurar à pressa, e a memória já não ser tão boa como antigamente.
Afinal a empresa que vi equipamento no Colin Furze foi a https://www.amobgroup.com/pt-pt/sobre-nos/ , pode ser vista aqui: https://youtu.be/ae93CBUrPB8?t=258 , e não era uma serra, era uma maquina de curvar tubo.
(...)

Nice...

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 245
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #19 em: 10 de Março de 2022, 13:59 »
jm_araujo. eu sou alfacinha mas tenho ascendência do norte e centro do país. De facto, o norte tradicionalmente sempre teve mais industria do que Lisboa e o sul do país. Isto, apesar de Portugal ser um país tão pequeno, de facto tradicionalmente existem diferenças no tipo de industria que se fixa em regiões diferentes do país. Se calhar tens razão quanto ao enviesamento da minha perceção e de poder se tratar mais de um fenómeno de Lisboa e arredores. Mas em Lisboa isso é notório. Eu sou de Engenharia de Informática do IST, mas o curso na altura, agora deve ser muito diferente, tinha 4 ramos, programação e sistemas de informação, robótica, inteligência artificial, sistemas computacionais e eu escolhi este ultimo. Pelo que tinha para além da maior parte ser cadeiras de informática e montes de programação, tive muitas cadeiras de eletrónica, quer analógica, quer digital, quer FPGA’s, quer desenho VLSI (apesar de na altura os alunos não usarmos as ferramentas da Cadence e de usarem um simulador bazarouco, mas era o que havia disponível para os alunos).

E lembro-me bem que um professor meu que era um grande investigador do INESC me dizer a mim e a mais uns colegas que em Portugal não se fazia hardware e logo que eu não pensa-se que ia conseguir trabalhar em design de hardware em Portugal. Curiosamente era no laboratório desse meu professor no INESC que estavam a ser desenvolvidos os chips dos esquentadores Portugueses da Vulcano que tanto orgulho me dava o simples facto de saber isso!

Nesse edifício do INESC, por detrás do técnico eles tinham uma clean room onde conseguiam fazer pequenas tiragens de chips para investigação e desenvolvimento. Isto na altura em que os processos de fabrico e as máscaras eram incomparavelmente mais económicos e acho que o processo que eles tinham na altura não era leading edge. Mas era um processo de semicondutores e tinham essa capacidade :-)

Foi também nesse laboratório do INESC que eu vi pela primeira vez, aí há uns 25 anos um Osciloscópio de um tamanho monstro em cima de uma mesa que se bem me lembro tinha uma largura de banda de 30 ou 40 GHz. O professor era um excelente professor e muito porreiro e deu-me uma visita guiada ao laboratório isto uma vez que eu tive de ir falar com o professor para ele me tirar umas dúvidas. Este professor dava-me uma das primeiras cadeiras de eletrónica analógica que tive, Teoria dos Circuitos.

Por acaso o livro da cadeira já não me recordo qual era, tenho-o em casa algures, mas não gostava do livro da cadeira. Mas os apontamentos das aulas do professor eram excelentes. Naquela cadeira dava-se Analise DC, Analise AC e OpAmps. Mas depois anos mais tarde acabei, já só para me relembrar e pelo gozo por procurar por um bom livro (quanto a mim o melhor) de Teoria dos circuitos e depois li-o todo da primeira à ultima página. Deixo aqui o titulo dele, pois este recomendo vivamente. Ele é puxado na matemática mas para além de ensinar Teoria dos Circuitos também ensina no contexto dos circuitos toda a matemática de transformadas de Laplace e de transformadas de Fourier e de equações diferenciais.
É mesmo um livro fantástico, quem me dera ter tido esse livro quando estava a fazer a cadeira de Teoria dos Circuitos.

Fundamentals of Electric Circuits (Procurem as ultimas edições ou melhor a edição internacional que é muito mais económica)
by Charles Alexander, Matthew Sadiku

O design de circuitos é a arte de usar simples aproximações no desenho e livros como o Grob’s Basic Electronics, apesar das suas 1280 pág. podem ter um cariz mais prático, por se basearem mais em aproximações mais simples. Mas este livro que citei titulo anteriormente vai muito mais a fundo na analise matemática dos circuitos. A análise de circuitos, quando é ensinado de uma forma clara e bem feita têm uma beleza intrínseca, que vale a pena estudar, aprender e contemplar como aquilo tudo é calculado.
Por isso é que eu gosto tanto de ver canais de youtube como o:

FesZ Electronics
https://www.youtube.com/c/FesZElectronics/videos

Pois o tema tem uma beleza intrínseca.

No caso do FesZ a matemática complexa é substituída pela simulação em LTspice e isso torna tudo mais acessível e prático a um maior número de pessoas.

Já agora deixo aqui o link para um pequeno guia que fiz de como instalar o LTspice no Linux.

LTspice on Linux Ubuntu - How to install and use
https://github.com/joaocarvalhoopen/LTSpice_on_Linux_Ubuntu__How_to_install_and_use   

Cumprimentos,
João

Offline Njay

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 3.595
    • Tróniquices
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #20 em: 10 de Março de 2022, 15:39 »
Nesse edifício do INESC, por detrás do técnico eles tinham uma clean room onde conseguiam fazer pequenas tiragens de chips para investigação e desenvolvimento. Isto na altura em que os processos de fabrico e as máscaras eram incomparavelmente mais económicos e acho que o processo que eles tinham na altura não era leading edge. Mas era um processo de semicondutores e tinham essa capacidade :-)

O que se passava lá na altura é que eles compravam bolachas de silicio que já tinham chips com arrays de transístores, a que eles aplicavam a última camada metálica de ligações (possivelmente também separavam, soldavam pinos e empacotavam, suponho).

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 245
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #21 em: 10 de Março de 2022, 16:08 »
Ok, não sabia que o que eles faziam na clean room, era só as ultimas camadas de metal das ligações, pensei que faziam todo o processo, pois sabia que havia pessoal inclusive de física a trabalhar lá nessa clean room. Sempre pensei que eles faziam o processo todo, as mascaras todas, aplicar as layers todas equivalentes aos photoresit e afins e os processos de dopagem e de reação dos oxido. Mas sendo assim era só as ultimas mascaras para a deposição de metal e a deposição do metal e o polimento e as fases a partir dai do packaging. Olha obrigado, disseste-me algo que eu não sabia.

Mas já agora do uma novidade para quem é mais dinossauro como eu e que andou pelas andanças do IST, os “miúdos” hoje em dia em Engenharia de Eletrónica (os de Engenharia de Informática já nem devem dar eletrónica analógica como no meu tempo em SCO se dava), mas como estava a dizer os “miúdos” em EE hoje em dia ficam a sair de lá com experiência em desenho de semicondutores usando as ferramentas da Cadence, tanto para desenho Digital como para desenho Analógico. Acho que tem projetos práticos de VLSI dos dois tipos. Não sei se é muito avançado ou não mas já tem essa experiência e isso é sempre muito bom.

Cumprimentos,
João

Offline brunus

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 326
Re: Portugal na lista de países hostis à Rússia
« Responder #22 em: 11 de Março de 2022, 15:28 »
O gaijo é um ex-KGB frustado, e ou descobriu que tem uma doença terminal ou então a maluquice dele terá devido aos efeitos colaterais da vacina sputnik e como tem ao alcance das mãos tanto armamento obsoleto pronto a explodir nas mãos deles, que quer à força toda começar uma guerra com um pequeno país com menor nível bélico e ao que parece, os russos, na maioria, não gramam os Ucranianos e antes que entrassem na Nato e se tornassem um rival de igual ou maior nível bélico, está disposto a usar os seus compatriotas como carne para canhão e levar tudo à frente com base em mitos ou teorias da conspiração do mais rebuscado possível. Só é estranho que internamente haja tantos quantos com a mesma pancada ou que ainda ninguém lhe tenha feito a folha. 5 anos a programar esta guerra?! Grande ódio pelos Ucranianos! Desenvolvimento de armas químicas e biológicas?! Fala o esfarrapado do buraquinho...aquele que anda a matar civis/compatriotas com químicos, dentro da Europa. Acabar com o Neonazis? Afinal quem é o Hitler aqui?.. Não estão a atacar? Não estão a invadir? Não estão a matar civis?...
Depois de uma crise financeira, uma crise pandémica, agora uma guerra mundial? O que virá a seguir se alguém sobreviver a esta guerra? Uma invasão extra-terrestre?!... O Homem não aprende com o passado, o ser humano é um ser bastante estupido quando quer.

Portugal na lista negra...Portugal e como todos os países da UE, assim como o pertencentes à Nato e todos aqueles que têm intenção de aderir à UE e à Nato. O que vai na cabeça daquele/es maluco/os? Países/Continentes que estavam lado a lado contra um nazi e agora lembraram-se de deitar abaixo todas as pontes até então levantadas?
Eu já dizia que a Europa (aka Alemanha e os colegas poderosos da UE) estavam a dar cabo da Europa ou que iriam dar cabo dela, com as alianças cegas à China e à Russia, quando deviam proteger os países da Europa e não dar cabo da industria europeia com a aberturas do comercio chinês pela porta do cavalo e pelo facto de alguns países europeus fazerem dumping fiscal e roubarem os impostos/receitas dos respectivos países europeus só por beneficio próprio, numa UE onde igualdade é apenas para algumas coisas.

Hoje, a única duvida é a seguinte, 3ª guerra mundial ou extermínio da Ucrania e Ucranianos?

...O mal de alguns, é o encher de bolsos para outros. Na equipe da Russia é a China que está a esfregar as mãos e na equipe do ocidente são os EUA a encher os bolsos. Nisto tudo, a Europa afunda-se cada vez mais, os russos levam por tabela e os ucranianos ou perdem o seu país ou são extreminados se ficarem na Ucrânia. E afinal quem manda no mundo todo é o $$ dos oligarcas e as mafias destes oligarcas.
« Última modificação: 12 de Março de 2022, 17:12 por brunus »