collapse

* Posts Recentes

Super obsolescência super programada? por SerraCabo
[06 de Agosto de 2022, 11:36]


Motor de aspirador por dropes
[02 de Agosto de 2022, 22:18]


Serviço de dessoldar e soldar micro-usb tlm Samsung GT-S6312 por senso
[01 de Agosto de 2022, 22:20]


Condensador Poly .47K X2 por brunus
[26 de Julho de 2022, 16:11]


pequeno robot arte por Robotarium
[21 de Julho de 2022, 15:45]


Diferença entre fontes por jm_araujo
[13 de Julho de 2022, 09:27]


Dual Op-amp Test board - uma ideia simples, barata e bem esgalhada. por dropes
[10 de Julho de 2022, 20:35]


PHILCO Radio Manufacturing Factory Automation 1929 por SerraCabo
[10 de Julho de 2022, 18:22]


Meu novo robô por josecarlos
[08 de Julho de 2022, 23:06]


Desenvolvimento para RaspberryPi Pico em Windows < 10 por KammutierSpule
[06 de Julho de 2022, 09:15]

Autor Tópico: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten  (Lida 964 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Bom dia a todos,

Hoje gostava de partilhar algo que considero ser muito útil, um bom sistema de notas.

O chamado de Second Brain, 100 % pesquisável, 100 % Open Source e 0 % de dados em formatos de ficheiros específicos do programa não documentados e não standard, todos os dados são guardados em hierarquia de diretorias em ficheiros de texto .md no formato de MarkDown Standard.

O que significa que mesmo daqui a 20 anos vão poder aceder às vossas notas.

Windows, Linux e Mac para x86_64 e para ARM.

Já experimentei este sistema com 800 notas e o sistema consegue funcionar com elevadíssima performance, não degradando em nada a sua performance. Logo existe muito espaço para crescer.

Zettlr  -  A melhor solução que encontrei, depois de ter pesquisado muito, usado muitos softwares diferentes e de ter experimentado muitos dos seus features avançados.


Tem links entre notas, com visualização da ligação entre notas em lista (Permitindo navegação bidirecional da nota actual para as notas que ela aponta e para as notas que apontam para a nota atual) ou seja navegar e visualizar em grafo interativo, com sistema de tags, com bom search, com índece dentro de cada nota do lado direito, com referências dentro de cada nota. Com boa documentação. E canal de youtube de vídeos a explicar o seu funcionamento. Mostra as imagens no texto durante a edição da nota, Tem Dark Mode para não cansar os olhos. Permite filtrar as diretorias do nosso sistema de notas dentro do file system explorer do lado esquerdo. Permite abrir vários diretórios root (WorkSpaces) para Tipos de Notas diferentes, exemplo trabalho, pessoal, escola , etc... Tem sistema de pomodoro interno, tem estatísticas e tem histórico de Heat Map de modificação de notas. Permite importar e exportar para vários formatos de ficheiros, incluindo PDF, Word, Power Point Slides, Open Doc, LATEX e muito mais. Suporta visualização de fórmulas e de tabelas em MarkDown e tem corretor ortográfico em várias linguagens. faz highlight da nota e da diretoria que está a ser editada em cada momento para não nos perdermos. Com headers colapsáveis -  folded. E muito, muito mais!

Todos estes sistemas de notas são derivados do sistema Zettelkasten de um investigador Alemão, ou pedaços de papel em caixas, assim mais ou menos traduzido hehehehehe.

Video - Presentation - How to take smart notes - Snoke Ahrens




Vejam aqui o manifesto do autor do Zettrl.

THE ZETTELKASTEN MANIFESTO -  What is a Zettelkasten


Este projeto nasceu em 2017 e tem tido muito desenvolvimento e já vai na versão 2.2.4, logo já é maduro, o que é sempre bom para um sistema de notas. Ele é desenvolvido em Javascript em Electron.

Para quem já usa normalmente Joplin podem exportar as vossas notas de Joplin para ficheiros .md de Markdown, dentro de diretorias organizadas por WorkBooks. 

Site do projeto
https://zettlr.com/

GitHub do projeto
https://github.com/Zettlr/Zettlr

Canal de youtube do projeto Zettlr
https://www.youtube.com/c/Zettlr/videos

Bom manual do Zettlr em várias linguagens
https://docs.zettlr.com/en/

Depois criei um sistema de notas do zero numa diretoria só para experimentar os features e o esquema de funcionamento do Zettrl (talvez o pior nome que se poderia dar para a aplicação para uma pessoa que fale português ou inglês, é dificil uma pessoa se lembrar de como se escreve o nome do programa) hehehehehe.

E mostro aqui umas imagens disso para poderem ter uma ideia, a imagem das fontes estão todas muito bem definidas mesmo em Linux tal como vem no download de origem. lê-se mesmo muito bem , mesmo que estas imagens não lhes façam justiça

Aqui pode-se ver dois workspaces aberto à esquerda, são duas diretorias root de dois sistemas de notas, estes podem-se abrir ou fechar consoante o que pretender-mos e estão mapeados no disco como diretorias contendo notas cada uma como um ficheiro .md de MarkDown e depois pode-se ter na mesma diretoria ou numa diretoria diferente de baixo da root do sistema de notas uma diretoria com as imagens para elas não ficarem espalhadas ou então fazer como fiz aqui que coloquei uma diretoria por dentro de cada livro de notas intitulada de img e pus lá dentro das imagens desse book e tenho vários books por sistema de notas e posso ter vários sistemas de notas. As diretorias podem ter vários níveis.

No centro da seguinte imagem, vê se a nota que depois pode-se fazer zoom in ou out, isto está numa janela mais pequena para caber aqui e não ocupar muito espaço. Podem ver-se os diferentes headers dentro da nota, pode-se ver os links para os ID's de cada nota externa com o nome da nota à frente e podem-se ver as tag's, se se carregar-mos nos links salta-se para essa nota linkada. Ou então para a link para a net caso seja um URL. CTRL+ Click e abre no browser. Pode-se ver uma imagem inserida no editor quando se está a editar a nota, também se pode ver em modo rendering final e também se tem um modo de fullscreen e low distraction, As sub-janelas podem-se abrir ou fechar e pode-se abrir uma nova nota numa outra janela distinta para se ter duas ou mais ao mesmo tempo , Em cima tem se os tabs das diferentes notas abertas que tem um auto-save configurável. Do lado direito vê-se o índice da nossa nota e pode-se navegar clickando nos diferentes itens do índíce. 

Pode-se fazer links inclusive entre partes de documentos, mas aqui vê-se links e tags entre notas. 

Ver imagem_1 em anexo.

Aqui vê-se o sistema de lista de links clickavel que permite facilmente navegar entre notas sem ter de fazer scrool dentro da nota.

Ver imagem_2 em anexo.

Aqui vê-se o grafo das ligações das diferentes notas (centro que pode mostrar os nomes das notas sempre ou quando se passa com o rato por cima) e o seu search avançado dentro de todas as nossas notas do lado esquerdo, que clickando vamos para a nota e para o sitio da nota que tem o texto procurado. Do lado direito vê-se os ficheiros das imagens para esta directoria ou livro de notas.

É possível procurar por todas as notas que tenham determinadas tag's e navegar e organizar paralelamente com base nas Tag’s.

Ver imagem_3 em anexo.

Algumas informações mais detalhadas de como funciona o sistema de ID's e de links entre notas, de grafos.

Para os doc's ou manual do projeto vejam:

The Zettelkasten method no Zettrl
https://docs.zettlr.com/en/academic/zkn-method/

Em breves palavras o sistema de links entre notas funciona da seguinte forma:

Uma nota pode ser linkada por nome do ficheiro, mas existe um sistema melhor que o Zettlr usa que é fazer CTRL+L dentro da nota e depois ele gera um ID para a nota que pode ser parametrizável, um ID que na sua maioria é uma data com horas ao segundo, um numero de ID que se pode ver na primeira imagem por baixo da palavra header Ideia 1 .
Depois também podemos copiar o ID de uma nota com uma combinação de teclas ou com o tecla do rato direito sobre a nota. É um sistema muito simples mas funciona muito bem a simplicidade aqui é uma vantagem pois não se está a usar nada mais do que ficheiros de texto .md dentro do sistema operativo. E que não faz lock in por ser tudo em MaskDown.

Para por um link entre notas basta fazer

Abir dois parênteses retos       ID_da_nota_a_linkar     Fechar dois parênteses retos   Descrição

Ao fazer isto aparece uma listagem das notas de drop down  completion a mostrar as ultimas notas editadas que contém aquele número de ID ou o nome da nota ou as ultimas notas visualizadas.

E prontos tudo o resto funciona bem sozinho e desta forma todos nós temos o poder de usar sempre e para sempre as nossas notas e de não estarmos dependentes de formatos de ficheiros proprietários ou mal documentados, que não são conhecidos ou exportados. Pois neste caso .md são texto e sistema de ficheiros do computador são do mais standard que existe e dos mais simples que existe.

Caso se edite uma nota externamente com um editor de texto, tudo se mantém coerente no nosso sistema de notas e essa é a beleza da  coisa.

Cumprimentos,
João
« Última modificação: 08 de Abril de 2022, 19:57 por blabla »

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #1 em: 29 de Março de 2022, 17:57 »
Um exemplo de uma nota sobre o Zettlr que eu fiz e que depois depois foi exportada como documento PDF com imagens em anexo.

Neste documento também dou algumas dicas sobre o Zettlr.

Cumprimentos,
João

Offline dropes

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 2.104
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #2 em: 29 de Março de 2022, 21:50 »
Gostei  :)

Uma ideia interessante para manter as memórias e apontamentos em ordem.
Será um substituto á caixinha de bolachas?

Realmente o nome não é muito inspirador, daqui a 20 segundos não me vou lembrar, quanto mais 20 anos.

Uma dúvida, os ficheiros são convertidos em "MarkDown" e o acesso a eles é apenas através deste programa?

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #3 em: 29 de Março de 2022, 22:22 »
Boa noite @Dropes,

Este programa está a surpreender-me muito.

1.

Os ficheiros são escritos em MarkDown mas o editor é muito interativo e mete logo o que é a Bold a Bold, faz logo as tabelas, faz as listas de itens e os headers de tamanhos diferentes e as formulas e coloca as imagens e links entre notas, referencias, citações formulas matemáticas, mas tudo é MarkDown similar à dos ficheiros README.md do Github.

Os ficheiros de texto .md são a que é real, é a verdade e depois toda a informação é derivada do parsing deles, quando é detetado que um desses ficheiros se alterou eduitada é reconstituída a parte correspondente com a nova realidade.

2.
 
O acesso aos ficheiros de MarkDown pode ser feito por este programa ou por outro qualquer que edite ficheiros de texto e isso é a beleza de um sistema de notas usar um ficheiro de texto pois nunca existe o problema de não se suportar ou de se deixar de suportar um determinado formato de ficheiro. Nunca ficas Lock In a um sistema ou a uma outra empresa qualquer.
Por isso tanto são válidos hoje como daqui a 20, 40 ou 100 anos.

Aliás podes abrir este programa e ter as tuas notas listadas e ires ao teu sistema de ficheiro com o Notepad ou com um VScode ou um sublime, ou vi e editar o ficheiro e gravar e o Zettlr vai imediatamente ler o ficheiro e atualizar a sua view do ficheiro ou nota.

Podes inclusive ter a tua workspace ou uma das tuas workspaces, pois podes ter mais, que não são mais do que um path para uma diretoria e podes por numa diretoria dentro de um DropBox e depois acederes às tuas notas de vários computadores diferentes. E tens sempre acesso a todos os teus dados. Exemplo: Casa computador 1, casa computador 2, trabalho computador 3

Depois para fazer um backup basta usares um programa de backups como por exemplo para Linux o excelente BORG Backup ou então um simples zip ou tar.gz da diretoria e prontos tens todas as tuas notas em backup.

O Zettlr é compeltamente Open Source já teve cerca de 70 pessoas a desenvolver nele e o seu desenvolvimento começou em 2017. Tem 6800 estrelas no Github.

Cumprimentos,
João

Online KammutierSpule

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.463
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #4 em: 30 de Março de 2022, 10:46 »
Há uns 5 anos, andei a investigar coisas do género para geração "automática" de documentação.

Na altura selecionei o MultiMarkdown
https://fletcherpenney.net/multimarkdown/

Aprender o básico do Markdown, é instantâneo. A capacidade de leitura é eterna.
O problema começa nas "meta" coisas e "extensions" que depois são usadas para fornecer dados e complementar a geração dos ficheiros exportados. Aqui neste ponto, acontece é que se não houver uma regularidade no uso, rápidamente nos esquecemos de como se usam as coisas, dos formatos, linguagens, etc.

Mesmo aí esse exemplo do Zettlr, com um UserInterface (pareceu-me pouco mais de um editor), não simplifica para um utilizador comum.

A coisa complica-se quando se tem de partilhar uma documentação com alguém "de outra área".
CSS (aqui como exemplo) para muitas pessoas fora da programação é algo muito complexo, para quem quer alterar a cor de qualquer coisa.
Mesmo que eu diga à outra pessoa "mas em MD, fazer um bullet é só ecrever um * ou escrever um paragrafo com um traço é só colocar -" as pessoa do outro lado estão habituadas a clikar nos botões.

Voltando às questões técnicas e lanço a questão:
o que eu procurava era algo capaz de formatar vários documentos por igual.
No MultiMarkdown consegui maneida de adicionar "templates" para gerar um formato que pretendia e depois exportar para pdf.

Aí no Zettlr, apesar de ter alguma coisas css e umas coisas meta para varios formatos, não me pareceu tão forte?
Por exemplo, se eu quiser adicionar uma primeira página e ultima sempre iguais ao documento?
Ou quiseres criar um template header/footer?

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #5 em: 30 de Março de 2022, 11:09 »
Bom dia @KammutierSpule,

O Zettlr permite de facto fazer isso, ou seja a customização do Layout da produção de documentos finais em vários formatos, pois ele é muito utilizado para escrever papers de investigação por investigadores, contudo confesso que esse não o objetivo que tenho nele. O meu objetivo é puramente como um sistema de notas, um second brain e ele também é muito bom para essa finalidade.

Por isso na área especifica em que tu estás a pedir informação eu não a tenho pois não foi o que eu pesquisei.

Mas o Zettler permite não somente escrever Markdown mas como também escrever e embeber Latex e Json.
Contudo sugiro-te que vejas os seguintes links que falam especificamente de como se pode fazer a formatação de documentos finais para além do MarkDown, coisas como PDF de publicação não trivial, pois os triviais é só exportar.

Zettlr - Exporting in Zettlr
https://docs.zettlr.com/en/core/export/

Zettlr - Defaults Files
https://docs.zettlr.com/en/core/defaults-files/

Zettlr - Custom Templates
https://docs.zettlr.com/en/academic/custom-templates/

Em termos internos, daquilo que já vi do Zettlr, ele parece ter uma base solida, ele é feito em TypeScript, com Vue.js e Electron. Ele recentemente na versão 2.0.0, já vai na 2.2.4, ele foi reorganizado para que facilita-se os futuros desenvolvimentos. Quando um projeto tem como objetivo e preocupação, numa determinada fase do seu percurso o dedicar tempo à tarefa de melhorar o seu futuro  no que respeita à qualidade da sua arquitetura, é sempre um bom sinal de que vai ser um projeto com futuro e pernas para andar por muito anos.

Cumprimentos,
João

Offline zordlyon

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.762
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #6 em: 30 de Março de 2022, 22:09 »
Viva, muito fixe, acho que vou adoptar ando aqui com um hibrido entre VsCode e OneNote..

Se quiserem uma coisa super simples para notas tb existe este: https://workflowy.com/

Cumps,
André.
Cumprimentos,
André Carvalho.

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #7 em: 31 de Março de 2022, 19:33 »
Tenho estado a estudar com atenção o código do Zettlr, pois estou a pensar em contribuir para ele na correção de bug’s e na implementação de features e posso-vos dizer que o programa está muito bem feito, com uma boa arquitetura, com comentários soberbos e com um manual mesmo muito bom!

Instalar o ambiente de desenvolvimento, compilar e correr foi num instante.

Este programa tem sido uma agradável surpresa.

Um  Personal Knowledge System, que sem lock in dos nossos dados, second brain, e que também pode ser usado para produzir obras como livros, teses e papers científicos.

Cumprimentos,
João

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #8 em: 03 de Abril de 2022, 00:46 »
Boa noite a todos,

Gostava de partilhar alguns apontamentos sobre este tema e gostava de começar por vos mostrar um vídeo que explica em breves instantes o que é um Zettelkasten.

Zettelkasten Method Explained: A Beginner's Guide



Um livro muito bom, que explica a fundo o sistema Zettelkasten e porquê que ele funciona em poucas páginas e que junta-o com GTD -  Método muito conhecido de Getting Things Done!

How to Take Smart Notes - One Simple Technique to Boost Writing, Learning and Thinking - For Students, Academics and Nonfiction
by Sonke Ahrens

A lenda que começou tudo isto e que provou que este método era mesmo muito eficaz.

Wikipedia Niklas Luhmann
https://pt.wikipedia.org/wiki/Niklas_Luhmann

Podem ler aqui mais sobre o sistema e ver uma foto de como eram as caixas que ele usava.

Wikipedia Zettelkasten
https://en.wikipedia.org/wiki/Zettelkasten

Isto é mesmo uma inspiração para um Second Brain.

Em termos de sistemas de notas tradicionais no ramo dos sistema pagos o mais feature rich acho que é o Notion (Top Down), mas o mais interessante dos sistemas mais próximos ao Zettelkasten original mas com tecnologia inovadora que para além das ligações manuais entre notas também permite descobrir as ligações automaticamente é o Roam Research (Bottom Up).

Eu estou muito curioso para saber como é que eles implementam estas ligações automáticas, quais são ou que tipo de algoritmos eles usam, não sei se são text networks ou algo assim, mas parece que funcionam muito, bem. Se souberem mais sobre o tema peço-vos que partilhem aqui as vossas ideias e o vosso conhecimento sobre o tema, para quem sabe eventualmente se conseguir implementar no Zetllr, isso seria mesmo muito fixe :-)

O Zettlr na realidade tanto suporta filosofias Top Down como filosofias Bottom Up nas mesmas notas, para além de ser um bom sistema de escrita e de leitura de notas e de ser totalmente implementado em cima do formato de ficheiros Standard .md MarkDown files.

Cumprimentos,
João

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #9 em: 06 de Abril de 2022, 20:31 »
Boa noite a todos,

Tenho andado nas minhas andanças de aprender mais sobre Zettelkasten, sobre a aplicação Zettlr pois acredito nela e quero contribuir para o seu desenvolvimento Open Source e para melhorar as minhas competências em tecnologias de desenvolvimento de WEB em uma data de frentes das quais tenho estado afastado já à algum tempo.

Vejam o seguinte vídeo para verem como é muito simples de se fazer um Zettelkasten, onde está Obsidian retirem o nome Obsidian e coloquem o nome Zettlr hehehe Windows, Linux e Mac.

Zettelkasten Smart Notes - Step by Step with Obsidian


Depois estou quase a acabar de ler o livro que o um amigo sugeriu e que é fantástico o

How to Take Smart Notes - One Simple Technique to Boost Writing, Learning and Thinking - for Students, Academics and Nonfiction Book Writers
by Sonke Ahrens, Nigel Fyfe

Ainda nesse contexto vejam a entrevista com o autor do livro anterior.

Video - Interview and Q&A with Sonke Ahrens on How to Take Smart Notes




Become a Writer Today - The Zettelkasten Method Means You'll Never Run Out of Ideas Again with Sascha Fast
https://podcast.becomeawritertoday.com/1055644/4145636-the-zettelkasten-method-means-you-ll-never-run-out-of-ideas-again-with-sascha-fast


Depois neste contexto de estudo e que emparelha bem com o processo do Zettelkasten e da App  Zettlr e  descobri o Sioyek – PDF and EPUB reader e posso-vos que ele é simplesmente fantástico e que apesar de ainda ter pouco tempo, ele o melhor programa que conheço para ler PDF’s e EPUB’s em muitos aspetos. O principal developer, Ahrm está a fazer um trabalho fantástico de implementar um feature a seguir ao outro com uma velocidade mesmo impressionante.
Tanto o pessoal do Zettlr como do Sioyek são pessoas muito cordatas e muito simpáticas.

Sioyek is a PDF viewer designed for reading research papers and technical books
https://sioyek.info/

Post - Vejam as minhas palavras sobre Sioyek, coloquei informação interessante e boas dicas.
https://lusorobotica.com/index.php?topic=9921.0

Por fim esta viagem está a ser mesmo muito interessante e estou a encontrar muita energia para trabalhar nesta caminhada pois ando a trabalhar nisto das 7 H da manhã às 2 H da madrugada pois comecei a fazer algo de muito interessante e que recomendo a todos caso consigam e não tenham problemas de estomago. Time Restricted Feeding, qual ratinhos de laboratório, alimentem-se só no intervalo das 12 H às 21 H da noite e notaram que de repente tem muito mais energia. Idealmente seria só um período de 8 H por dia em vez de 9 H. Em informação anterior que vos dei era dada a base cientifica desta restrição do tempo em que uma pessoa se alimenta. Black cofee e água não param o jejum, mas todas as outras comidas que contem qualquer tipo de caloria param o jejum. Eu sei que é mesmo radical mas a verdade é que funciona e funciona mesmo! E não custa nada! Bebam muita água com frequência que ajuda a nunca ter ácidos concentrados no estômago, com o tempo vão sentir menos fome. No horário em que posso comer como tudo o que me apetece, ainda há pouco comi umas amêndoas de chocolate hehehehe e umas grande pratadas de arroz! Em que repeti e tudo. . .  Grande regime alimentar heheheheh Seja como for sejam responsáveis por vocês próprios e consultem um médico. Apesar de que eu não consultei!

Por fim gostava de vos deixar com uma passagem do livro How to Take Smart Notes,

“Notes on paper, or on a computer screen  . . . do not make contemporary physics or other kinds of intellectual endeavour easier, they make it possible” is one of the key takeaways in a contemporary handbook of neuroscientists (Levy 2011, 290)

Por isso escrevam, escrevam muito que vos vai ajudar a pensar. Todas as minhas notas, todos os meus e-mails, todo o meu código, os comentários no meu código, toda a documentação, todos os README.md files, todos os meus posts . . . não só me ajudam a pensar como eles são parte do processo do meu pensamento, tal como disse Feynman em relação ao mesmo tema.

Agora tenho de ir que hoje ainda tenho muito para estudar.

Obrigado

Cumprimentos,
João
« Última modificação: 07 de Abril de 2022, 16:16 por blabla »

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #10 em: 08 de Abril de 2022, 17:41 »
Um vídeo muito interessante...

Video - Understanding note-taking - Zettelkasten



Cumprimentos,
João

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #11 em: 08 de Abril de 2022, 19:06 »
Hello,
Food for thought….
While and after reading the wonderful book How to take Smart notes by Sonke Ahrens, one recurrent thought come to my mind when comparing the Zettlr numbering system and of other apps like the implicit Obsidian names in digital Zettelkasten, and the analog Luhmann Zettelkasten. And that is the fact that in the digital implementation each node has a number that can be used to link between notes (I’m thinking here in bi-directional linking, but that is irrelevant for the point I’m trying to make). The thing is that in the Luhmann’s analog implementation, he puts his paper cards near each other with related subjects, with a numbering system that would allow for “random” order insertion.

9998
9999
9999a
9999a1
9999a2
9999a2a1
9999a2a2
...
9999c7f5
10.000

and what this would make is that he could find easily those cards that where related even if those cards didn’t have direct hard linking between them, he could find this to make new connections between cards or between related concepts or to come up with new concepts that joined proximal near cards. Those card also would reenforce those concepts each time he had to search for a concept he could take out or look the different cards that had the some main number or the upper ones or the lower ones until the subject radically changed.

And in the digital version of Zettlr we don’t have that.
I defend that that dimension of locality gowth or insertion of cards and related finding of similar cards seems to be really important to maintain somehow.

We cannot alter the numbering system to replicate Luhmann, because that would possibly break the existing Zettelkasten’s that use Zettlr, so what can we do to find more easily this cards that are local.

If we see deeper inside Zettlr, we know that it has a graph view right? Where we can see connections  and cluster of connection and proximity of connections, number of node hoops between notes. For example, it could, in future version be even more powerful, and show better a automatic grouping into clusters, which could be analyzed separately. With the names of the notes in a way that they could be readable easily and jumped from one to the other. We could apply a clustering algorithm to the all notes graph graph to filter out what didn’t belong to that cluster. And just show the cluster. ML here could help.

But we could also give this results with a clear and visible distinction when we searched with a note find a note, that would become the current edit note focus, and pressed a button to see not only it’s connections but the notes that were in it’s clusters. Those one would not make a direct connection with it, but would be somewhat a close concept to the Luhmann concept of physical proximity dimension in the slip box and in the concept proximity dimension between notes.

What are your thoughts about this point?

Best regards,
João

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #12 em: 08 de Abril de 2022, 19:10 »
Video - Presentation - How to take smart notes - Snoke Ahrens



Cumprimentos,
João
« Última modificação: 08 de Abril de 2022, 19:56 por blabla »

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #13 em: 08 de Abril de 2022, 20:58 »
Interesting video of practical workflow of using ZettelKasten for research.

How to take notes for research: the slip-box method



Cumprimentos,
João

Offline blabla

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 235
Re: Zettlr – Um sistema de notas em .md MarkDown files, um Zettelkasten
« Responder #14 em: 09 de Abril de 2022, 01:05 »
# Zettlekasten - Como o método funciona - Passo a passo

## Software

Nota: Podem implementar este método usando muitos programas de software diferentes, alguns são pagos, outros são gratuitos e outros são gratuitos e OpenSource e dentro dos OpenSource ainda existem alguns que não fazem Lock In dos nossos pensamentos e do nosso conhecimento que é o mais importante do nosso Second Brain do nosso ZettleKasten.

Por todas essas razões eu escolhi o software Open Source - Windows - Linux e Mac:

Zettlr
https://www.zettlr.com/

Pas as leituras dos PDF's e EPUB's de livros ou papers sugiro Windows - Linux e Mac

Sioyek - Latest Developement build
https://github.com/hexomancer/sioyek/releases/

Here I share my config files.
https://github.com/ahrm/sioyek/discussions/182


## Passos do processo

1.
As notas estão todas dentro da diretoria Zettlekasten. Que pode ser mapeada no programa, na versão Digital para diretorias contendo outras diretorias ou contendo notas de texto em formado Markdown, com possíveis imagens ou outros ficheiros.

2.
Os pensamentos soltos e ideias ou conceitos soltos vão para as Fleeting_notes para depois serem processadas por nós, de preferência no mesmo dia ou no dia seguinte enquanto os pensamentos ou ideias ainda estão frescos, mas tem de ser escritos para que esses pensamentos não sejam perdidos.

3.
Cada livro, paper ou informação na net tem uma Literature_note associada com uma descrição e as ideias principais que estão nele e com os dados (nome, autor, data edição) ou URL da página WEB ou paper.

4.
Depois pegando nas Fleeting_notes e nas Literature_notes vai começando-se a escrever as Permanente_notes algo como 3 a 6 por dia e isso temos de nos esforçar para que constitua um hábito a par da leitura diária e recolha de informação.

5.
Uma nota tem sempre um ID, um número associado e esse número no Zettlr é construido pelo ano_mês_dia_segundo, logo como não se criam duas notas no mesmo segundo o ID é único e é criado automaticamente para cada nota.
Esse ID é o que permite linkar a nota bidirecionalmente para a frente e para trás.
Esse ID único é o que permite que uma Permanente_note comece como um pensamento ou um conceito dentro da diretoria das notas_soltas e depois à medida que vão aparecendo mais notas associadas a está dentro de um mesmo tema_A mas formando de algum modo um cluster de baixo de um tema_A,  sejam todas promovidas a uma Tema_A, e colocadas todas dentro de uma diretoria chamada Tema_A. Contendo uma nota Index Tema_A que aponta para as raízes desses pensamentos ou ideias que formam esse cluster.

6.
Dentro do Tema_A pode-se ter uma hierarquia de sub-temas, o que parece uma hierarquia Top-Down, quando um Zettelkasten promove uma metodologia bottom up. Contudo a diferença é que esta organização hierárquica imergiu das notas e da organização do conhecimento que cresceu organicamente do conhecimento que fomos aprendendo e cimentando e como tal foi de uma abordagem Bottom-Up e é só organizada dentro de diretorias e de notas_index ou hubs para que possa mais facilmente ser agrupada em clusters que façam sentido. E logo, como tal possamos raciocinar mais facilmente sobre as notas e ver todas as notas de um tema ao mesmo tempo, como um corpo coeso de conhecimento quando adicionamos mais notas a um cluster ou quando estamos a fazer um determinado projeto em que estamos a usar o nosso Segundo Cérebro. Isto é uma reinterpretação digital do subsistema de numeração do Luhmann que eu estou aqui a dar mas que de facto faz algum sentido e sobre o qual discuti noutros círculos, logo não é só a minha interpretação nem sequer na sua génese é uma ideia minha.

7.
Os trabalhos depois são produzidos nos projetos e isso é o output do nosso Second Brain, do nosso Zettlekasten.

8.
Na secção de Permamente_notes, as notas de índex tem também uma descrição de overview por cluster de tema e são a entry note de quem vem do índex global. O overview tem essa descrição coesa que pode ser logo ser diretamente publicada. Ou seja usada no projetos.

9.
Na secção de Permamente_notes, existe ainda uma nota de índex global que linka para todas as outras notas de index para cada tema ou pensamento.

9.
Nos projetos também existe uma nota de entrada com os tópicos de investigação que linka para as notas permanentes. Algo que organiza as coisas.

10.
O livro How to take smart notes - deve ser lido amiudada-mente como forma de remotivar-mo-nos para o uso deste método.
« Última modificação: 09 de Abril de 2022, 10:52 por blabla »