collapse

* Posts Recentes

MKR Vidor4000 por josecarlos
[Ontem às 21:05]


PWM com ventoinha por edeweld
[Ontem às 20:42]


Frequência máxima de pwm com controlo de duty cycle de 0 a 100% por Njay
[Ontem às 19:59]


NiCd por NiMH? por jm_araujo
[Ontem às 11:46]


LusoRobótica - Website - Estado actual por TigPT
[19 de Maio de 2018, 22:34]


Concurso Robô Bombeiro 2018 por Tesla
[18 de Maio de 2018, 11:01]


Trafo Amplificador Behrimger ? por jm_araujo
[16 de Maio de 2018, 18:55]


Alfândega / Taxas Alfandegárias / Portes por Njay
[16 de Maio de 2018, 01:26]


Compra Colectiva à Farnell N3-2018 (Maio 2018) por Hugu
[15 de Maio de 2018, 15:34]


Robô BBC micro:bit controlado com gestos no telemóvel Android por Tayeb
[14 de Maio de 2018, 19:41]

Autor Tópico: Robotica, realidade aumentada e bancos  (Lida 1533 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Marvin

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 677
    • The scientist and the geek
Robotica, realidade aumentada e bancos
« em: 10 de Abril de 2010, 16:56 »
Boa tarde,

Acabei de encontrar este video do projecto da YDreams com o santander. O projecto foi o de inovar o complexo financeiro do Santander em Madrid, para isso foram criados robots que ajudam os visitantes a deslocar-se para onde desejam ir, paredes interactivas e até uma cidade a escala em realidade aumentada...

Vejam:



Pode ser que num futuro proximo haja mais instalações destas...
Dronetech BlogThe Scientist and the Geek

Offline TigPT

  • Administrator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 5.298
    • Tiago Rodrigues
Re: Robotica, realidade aumentada e bancos
« Responder #1 em: 10 de Abril de 2010, 17:23 »
Muito bom... Desconhecia este projecto.

A YDreams continua a dar cartas!

Offline norbanvs

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 236
Re: Robotica, realidade aumentada e bancos
« Responder #2 em: 11 de Abril de 2010, 05:44 »
É oficial... fiquei burro a olhar para isto... E pensar que estes tipos começaram com joguinhos de telemóveis.  ;)
As ideias são geniais: O "enxame" de assistentes robóticos, a parede interactiva, a "lente" para observar a realidade aumentada por "cima" da cidade. Tudo ideias espectaculares...
Contudo há sempre um senão... tudo isto não requer corrente eléctrica? Será que o consumo de energia compensa?  :-\