collapse

* Posts Recentes

Fonte Alim. Oscila\Defeito por jm_araujo
[Hoje às 09:49]


ATtiny, com enfase no sufixo... por metRo_
[Hoje às 09:34]


O meu plano para produzir fotograficamente circuito impresso por SerraCabo
[Hoje às 00:41]


Medidor de indutâncias por SerraCabo
[Ontem às 15:53]


O Java vai 'ter' que ser comprado por SerraCabo
[Ontem às 15:46]


Dicas para arranjo de Fio\Ficha por jm_araujo
[19 de Julho de 2018, 08:31]


Primeira fonte de bancada por Njay
[19 de Julho de 2018, 00:38]


Guardar componentes em gavetas ou em caixa de armazenamento por edeweld
[18 de Julho de 2018, 11:57]


Empresas para fabricar e assemblar PCB por edeweld
[17 de Julho de 2018, 23:03]


Comprar solda decente por Njay
[17 de Julho de 2018, 11:47]

Autor Tópico: Robotica, realidade aumentada e bancos  (Lida 1557 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Marvin

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 677
    • The scientist and the geek
Robotica, realidade aumentada e bancos
« em: 10 de Abril de 2010, 16:56 »
Boa tarde,

Acabei de encontrar este video do projecto da YDreams com o santander. O projecto foi o de inovar o complexo financeiro do Santander em Madrid, para isso foram criados robots que ajudam os visitantes a deslocar-se para onde desejam ir, paredes interactivas e até uma cidade a escala em realidade aumentada...

Vejam:



Pode ser que num futuro proximo haja mais instalações destas...
Dronetech BlogThe Scientist and the Geek

Offline TigPT

  • Administrator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 5.310
    • Tiago Rodrigues
Re: Robotica, realidade aumentada e bancos
« Responder #1 em: 10 de Abril de 2010, 17:23 »
Muito bom... Desconhecia este projecto.

A YDreams continua a dar cartas!

Offline norbanvs

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 236
Re: Robotica, realidade aumentada e bancos
« Responder #2 em: 11 de Abril de 2010, 05:44 »
É oficial... fiquei burro a olhar para isto... E pensar que estes tipos começaram com joguinhos de telemóveis.  ;)
As ideias são geniais: O "enxame" de assistentes robóticos, a parede interactiva, a "lente" para observar a realidade aumentada por "cima" da cidade. Tudo ideias espectaculares...
Contudo há sempre um senão... tudo isto não requer corrente eléctrica? Será que o consumo de energia compensa?  :-\