collapse

* Posts Recentes

Proteção Lipo por jm_araujo
[14 de Janeiro de 2019, 10:44]


Rolamentos por almamater
[13 de Janeiro de 2019, 22:26]


Mais uma reparação - frigorífico Fagor por Njay
[13 de Janeiro de 2019, 21:08]


Artigo 11, 13 e os restantes por brunus
[13 de Janeiro de 2019, 20:26]


Corte de metal - Evolution Rage 2 por SerraCabo
[12 de Janeiro de 2019, 12:36]


Procuro serviço de impressão 3D por brunus
[10 de Janeiro de 2019, 13:41]


Compra partilhada no site da Elektor [voucher 10€ até 2 Janeiro] por brunus
[09 de Janeiro de 2019, 17:37]


Video Porteiro do Prédio por Alfredo Garcia
[06 de Janeiro de 2019, 23:27]


Alicate para crimpar? por Njay
[02 de Janeiro de 2019, 02:02]


Quem quer uma Elektor? por jm_araujo
[01 de Janeiro de 2019, 13:10]

Autor Tópico: Quando precisar mesmo de imprimir, usar uma fonte ecológica  (Lida 1059 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline c3dr1c

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 847


Citar
"95 - Quando precisar mesmo de imprimir, usar uma fonte ecológica

Já se sabe que o melhor é não imprimir.

Mas a ter que o fazer podemos tomar algumas opções que reduzam um pouco o impacto ambiental desta operação, sempre que for possível.

E friso o "sempre que possível", porque muitas vezes não podemos imprimir seguindo os passos seguintes (por exemplo, neste momento tenho que imprimir documentos para entregar numa Câmara Municipal e não posso usar o modo rascunho - é mesmo rascunho..., nem imprimir em folhas usadas):

- imprimir as folhas dos dois lados;
- usar papel reciclado (eu ainda não uso apenas reciclado porque cá por casa ainda há quase uma resma inteira de papel branco...);
- imprimir em modo rascunho/draft;
- imprimir no lado branco de folhas usadas;
- e claro reciclar os tinteiros e se der, antes disso, reutilizá-los (assunto nada consensual...).

E agora mais uma! Na verdade já existe há algum tempo, eu é que não sabia (obrigada Rita Gago da Câmara).

A ecofont (spranq eco sans regular). Uma fonte, gratuita e acessível através de download, que permite poupar 20% de tinta na impressão. Como? Usando a técnica do queijo emmenthal: fazendo buracos nos caracteres...
Depois de descarregar a fonte é só guardá-la na pasta das fontes dentro da pasta do windows e está pronta a usar.


Depois de impressa não se notam, à vista "desarmada", os buraquinhos, e até é uma fonte bonita (é baseada na Vera Sans)!

Também encontrei, para quem imprime páginas web, dois programas gratuitos (o print what you like e o green print) que permitem optimizar estas impressões, poupando papel e tinta.

E fico à espera que a cera sólida para imprimir fique acessível por cá e para outras marcas..."

In: http://365coisasquepossofazer.blogspot.pt/2010/02/quando-precisar-mesmo-de-imprimir-usar.html

EDIT: ja agora...
http://www.ecofont.com/pt/produtos/verde/imprimir/impressao-sustentavel-utilizando-o-software-ecofont.html
« Última modificação: 16 de Maio de 2012, 02:16 por c3dr1c »
"O único modo de descobrir os limites do possivel é aventurarmo-nos um pouco para além deles em direcção ao impossivel."

Uma das Três Leis de Arthur C. Clarke