collapse

* Links de Robótica

* Posts Recentes

Compra colectiva seeedstudio por beirao
[Ontem às 23:06]


Robot Wars International Special por beirao
[12 de Dezembro de 2017, 22:52]


Docker por nnr
[12 de Dezembro de 2017, 13:41]


Comprar transformador de +/-12Volts por jm_araujo
[12 de Dezembro de 2017, 10:16]


Embedded World 2018 por KammutierSpule
[12 de Dezembro de 2017, 09:05]


Esquema Fonte Bancada por almamater
[12 de Dezembro de 2017, 08:13]


Meu projecto - Arm Robot com arduino por Diogo Bento
[11 de Dezembro de 2017, 23:18]


Ajuda Projecto IR / RF por dio123
[09 de Dezembro de 2017, 10:53]


Drivers Arduino UNO! por dio123
[09 de Dezembro de 2017, 10:46]


Problema em converter codigo C arduino para C + Pigpio na raspberry por vasco
[08 de Dezembro de 2017, 19:22]

Autor Tópico: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino  (Lida 43507 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Sérgio_Sena

  • Administrator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 1.642
    • Electronic Gear for Musicians
[Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« em: 24 de Fevereiro de 2014, 11:21 »
Estah a ser criado um movimento Anti-Arduino, pode ser q a coisa finalmente pegue.

Depois de ver a destruicao q essas plaquetas fazem na capacidade de pensar dos jovens (pre-)engenheiros, esperemos que a comunidade veja o erro q estah a cometer ao incentivar o uso dessas "coisas"....

Um passo mais ah frente eh bloquear quaisquer "conversetas" nos foruns nacionais, q envolvam arduinos-e-afins-seus-clones.


Offline jm_araujo

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 2.181
  • NERD!
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #1 em: 24 de Fevereiro de 2014, 11:46 »
Eu gosto dos "Nano V3" a 6,5€ no Ebay e dos "Pro Mini" por 2,7€

Atmega328+USB (ftdi) e todo o circuito de suporte, numa DIP perfeita para breadboard, é um instante para implementar uma ideia que tivermos a magicar.
Se for para tornar permanente, não vale a pena "desagregar", o trabalho que dava comprar a BOM completa e fazer routing e montar, por 6,5€ vai placa inteira para cima de uma PCB nova.

E se não precisar de USB, passo para uma "Pro Mini" por 2,7€ cada. O preço dos componentes, mais o tempo para replicar o circuito numa pcb nova não compensam.



Offline guilhermexbot

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 30
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #2 em: 24 de Fevereiro de 2014, 11:59 »
"My wishes are my own and not of my employer."

Desactivem Discovery- channels-e-afins, "how do it" destroi a capacidade de pensar dos miudos do infantário...

Offline almamater

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.522
    • GrcByte - Projectos
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #3 em: 24 de Fevereiro de 2014, 12:04 »
Há pontos a favor e outros contra como em tudo, e depende de como as pessoas utilizam o mesmo para aprender e aplicar a vontade de descobrir mais sobre os assuntos. Daí a banir completamente tudo o que possa estar relacionado com o Arduino já seria um exagero..

e o Raspberry pi tb se encaixa ?

Offline Sérgio_Sena

  • Administrator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 1.642
    • Electronic Gear for Musicians
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #4 em: 24 de Fevereiro de 2014, 12:31 »
Eu gosto dos "Nano V3" a 6,5€ no Ebay e dos "Pro Mini" por 2,7€

Atmega328+USB (ftdi) e todo o circuito de suporte, numa DIP perfeita para breadboard, é um instante para implementar uma ideia que tivermos a magicar.
Se for para tornar permanente, não vale a pena "desagregar", o trabalho que dava comprar a BOM completa e fazer routing e montar, por 6,5€ vai placa inteira para cima de uma PCB nova.

E se não precisar de USB, passo para uma "Pro Mini" por 2,7€ cada. O preço dos componentes, mais o tempo para replicar o circuito numa pcb nova não compensam.


Arduino nao eh o hardware ;)

isso ateh da jeito pela invasao de clones chinas q teem ja o hardware pronto p algumas aplicacoes menos exigentes.

Offline Sérgio_Sena

  • Administrator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 1.642
    • Electronic Gear for Musicians
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #5 em: 24 de Fevereiro de 2014, 12:33 »
"My wishes are my own and not of my employer."

Desactivem Discovery- channels-e-afins, "how do it" destroi a capacidade de pensar dos miudos do infantário...


Esses programas nao teem nada a ver com o q se passa actualmente.

O excesso de telemoveis-internet-computadores-PaisQueNaoControlamOsFilhos-InformacaoFacilGratuita-MuitasDistraccoes, isto tudo eh q causa a sociedade q temos hoje em dia e q faz com q a miudagem nao se queira aborrecer em aprender nada, querem tudo feito e mastigado.

E assim nasce o Arduino, da vontade de ter ja tudo feito e mastigado.


Offline dio123

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 931
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #6 em: 24 de Fevereiro de 2014, 12:55 »
@asena concordo com o que dizes, mas no entanto se não fosse o arduino nao havaria tanta gente interessada em electronica, e se calhar nao haveria tanto movimento nos forums.

é perciso começar por algum lado, mais vale aos poucos do que nunca começar.  Mais vale começar com o arduino e mais tarde , programar o arduino com avrstudio, do que nunca começar. Programar o arduino em avrstudio tem enormes vantagens porque software e o bootloader do arduino ocupa imenso espaço.

Depois os preços dos arduinos, modulos, etc.. é inbativel.
Conheço quem se inspire em projectos feitos com o arduino e  refaz, melhora  com pics.



« Última modificação: 24 de Fevereiro de 2014, 12:58 por dio123 »

Offline Alfredo Garcia

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 401
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #7 em: 24 de Fevereiro de 2014, 15:01 »
Acho que sei onde está a essência do que queres dizer asena e em parte concordo, e apenas em parte porque, o arduino cumpre o objetivo para qual foi feito, e agora tentar crucifica-lo(o projeto) pelo o que os outros fazem com ele não me parece o mais correto, talvez seja mais correto tentar implantar o pensamento para quem quer realmente ir mais longe; "já cheguei até aqui e agora qual próximo passo na evolução"?

Nem todos conseguem aprender a programar, ou por sua culpa ou dos formadores, falta de tempo, etc. mas podem brincar com o arduino, já que é mais fácil e quem sabe um dia evoluir.

Atenção que isto não é um contra movimento apenas uma maneira de pensar.
PDI

Offline msaleiro

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 691
    • Blog
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #8 em: 24 de Fevereiro de 2014, 16:50 »
Percebo o ponto de vista do asena e posso dizer que até concordo, excepto em situações pontuais. A primeira razão para concordar é que toda a gente usa o Arduino, mas provavelmente 99% não sabe que o Arduino não é mais do que uma marca associada a um toolchain mais que mastigada. Outro erro muito comum que vejo habitualmente é que muita gente não sabe se quer o que é um microcontrolador. Vê-se em todo o lado a expressão "microcontrolador Arduino" ou "Arduino microcontroller", o que está completamente errado. O microcontrolador é o ATMega que está na placa. Há que perceber a diferença entre o Arduino, e as placas que são usadas com o Arduino. Quanto às placas, acho muito bom que vão aparecendo cada vez mais e a preços mais baixos... mas para programar com o GCC e avrdude, perceber os registos, perceber como funciona o microcontrolador e perceber porque é que determinadas coisas não funcionam de tal maneira ou à velocidade X.

Para exemplificar um problema muito simples que muitos dos utilizadores de Arduino não sabem resolver costumo dar o seguinte problema: Meter um Led a piscar de 1 em 1 segundo, outro de 2 em 2 segundos e outro de 0,667 em 0,667 e pelo meio ainda ligar ou desligar um led mediante a acção de um botão, sem que haja qualquer atraso entre o pressionar do botão e a mudança do estado do led. Anda tudo preso aos delays, não sabem usar o timer e muito menos usar as interrupções...

Depois de se compreender como funciona o microcontrolador e os seus registos, compreendo que se houver trabalho para despachar à última da hora ou para prototipagem rápida o Arduino (toolchain de bibliotecas mastigadas) possa ser útil. No entanto haverá casos em que a Toolchain do arduino não permitirá ter desempenho suficiente para que o objectivo seja conseguido, enquanto que se houver uma compreensão aprofundada do funcionamento do microcontrolador consegue-se perceber o porquê e até antecipar que não vai ser possível por causa disto, disto e daquilo.

No elab Hackerspace tenho tentado sempre meter o pessoal a usar PICs para aprender como funciona um MCU a sério. Até desenvolvi uma pequena placa minimalista com PIC16F88 (MCU + botão + duas resistências + led) e com Tiny bootloader para o pessoal poder programar utilizando um conversor série USB quer em assembly ou em C. Depois de aprenderem, como funciona o microcontrolador, cada um é sempre livre de usar o que quer e quando quer :)
« Última modificação: 24 de Fevereiro de 2014, 16:59 por msaleiro »
msaleiro - Mário Saleiro
UAlg FCT-DEI / VisLab - Instituto de Sistemas e Robótica / eLab Hackerspace
http://thebitbangtheory.com

Offline Hugu

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 5.490
  • Keyboard not found. Press any key to continue.
    • [url=www.g7electronica.net]G7 Electrónica.net[/url]
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #9 em: 24 de Fevereiro de 2014, 16:54 »
lol asena, que exagero! acho que a aplicaçao arduino trouxe mta gente interessando-se pela electronica.. senao vamos acabar com o windows tb nos computadores de casa e voltar a meter as distribuiçoes linux onde tudo era feito pela linha de comandos?! :P

@asena: nem todos querem ser engenheiros/tecnicos de electronica! o arduino é apenas mais um entretem temporario para mtos. Se alguem quiser seguir electronica, devem seguir os estudos e programas das escolas..
Senao iamos proibir os legos aos futuros engenheiros civis! ..o mecano aos engenheiros mecanicos! :P  ;D

Offline metRo_

  • Administrator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 3.728
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #10 em: 24 de Fevereiro de 2014, 17:14 »
"My wishes are my own and not of my employer."

Desactivem Discovery- channels-e-afins, "how do it" destroi a capacidade de pensar dos miudos do infantário...

Aqui não concordo nada, aprendi imenso com o Discovery.

Offline dropes

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.931
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #11 em: 24 de Fevereiro de 2014, 17:48 »
Sei de movimentos anti-arduino à bastante tempo, simplesmente ignoro tais criticas mesmo que não o use.
Se formos a ver o duino é uma placa com ligação usb e compilador grátis, muito exemplo mas nada de virado para o micro directamente.

A 1ª vez que vi o micro fiquei pasmado ao saber que se tinha 32kb livres para programar, ora o máximo que tinha visto eram 8kb o que em assembler deu-me para 800 linhas de código, daria para o dobro se não tivesse tantos dados.
No meu ponto de vista é algo que também se pode fazer numa breadboard usando o bootloader, melhor ainda é nem usá-lo e programar noutra plataforma mais profissional com uploader ISP, é para isso que foi criado descarregando directamente o código com o micro no circuito mesmo para possíveis actualizações de firmware.

Não me aquece nem arrefece, tem procura para quem quer fazer experiências sem preocupações de estudar o que pode ou não fazer e até onde pode ir; estou interessado, não, gosto de saber com aquilo que estou a trabalhar ao pormenor, aparece um erro e consigo identificá-lo em vez de perguntar, é uma boa diferença.

Offline tarquinio

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 529
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #12 em: 24 de Fevereiro de 2014, 18:01 »
Na minha opinião o arduino tem certamente as suas limitações e algumas coisas irritantes, mas se me perguntassem se era uma boa opção para começar a tentar fazer pequenos programas não teria dúvidas em dizer que sim. Pode ter as suas desvantagens, Mas para alguem que saiba pouco ou nada de programação, olhar para algo tipo
Código: [Seleccione]
PORTC &= ~(1 << 0);
é o mesmo que olhar para caracteres chineses, enquanto que um digitalwrite já é bem mais fácil de digerir. Sim podem ter-se macros e coisas para simplificar isto, mas são coisas que não são realmente necessárias de saber qualdo estás a dar os primeiros passos na programação. Ao inicio mais vale focar a atenção noutros aspectos. Quando estás a aprender a programar, o mais importante é aprender a programar (ponto final), e não aprender a programar em arduino/avr/c/java/whatever. Quando uma pessoa encaixar todos os conceitos base (variáveis, funcoes, condiçoes, ciclos, etc) aí já está mais à vontade para explorar as linguagens que quiser.

Em relação ao IDE... É muito básico, tem algumas regras estranhas em relação aos ficheiros e aos includes, não tem debugger... Coisas que uma pessoa com experiencia em programação vai sentir falta, mas por outro lado são coisas que não vão intimidar um iniciante.
Acho mais logico começar por uma coisa mais simples e mais limitada e depois ir entrando nas coisas mais em detalhe, do que começar logo no detalhe máximo. Num curso de programação tipicamente comecas a programar numa linguagem mais high-level (c/c++/pascal/java/whatever), não começas logo a programar em assembly do 0. Eu gostei bastante das coisas que fiz em assembly na faculdade, ficas a perceber bastante melhor como é que as coisas funcionam lá "por dentro", mas não teria sido muito boa idéia começar logo por aí.

Agora se uma pessoa não faz mais nada alem de fazer copy-paste de pedaços de códigos daqui e dali sem perceber bem o que cada coisa faz... Isso já depende de cada um, e da vontade/paciencia/disponibilidade que cada um tem de aprender. Uma pessoa que faca copy-paste de código sem tentar perceber as coisas para o arduino, fará exactamente o mesmo para pic ou avr ou seja o que for. A diferença é que para arduino vai provávelmente arranjar mais coisas já feitas. Se o arduino nunca tivesse aparecido e todas as bibliotecas/exemplos/tutoriais que exististem para Arduino existissem para AVR, as pessoas fariam o mesmo (copy-paste -> funciona -> done). Se essa pessoa quer aprender as coisas mais em profundidade ou não, cada um que venha e decida por si.

Offline Nunito

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 926
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #13 em: 24 de Fevereiro de 2014, 18:25 »
"...mas no entanto se não fosse o arduino nao havaria tanta gente interessada em electronica, e se calhar nao haveria tanto movimento nos forums..."

Ora aí está.

Offline Nunito

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 926
Re: [Anti-Arduino] Criacao de um movimento Anti-Arduino
« Responder #14 em: 24 de Fevereiro de 2014, 18:27 »
...Pode ter as suas desvantagens, Mas para alguem que saiba pouco ou nada de programação, olhar para algo tipo

PORTC &= ~(1 << 0);

...é o mesmo que olhar para caracteres chineses, enquanto que um digitalwrite já é bem mais fácil de digerir...

...Quando uma pessoa encaixar todos os conceitos base (variáveis, funcoes, condiçoes, ciclos, etc) aí já está mais à vontade para explorar as linguagens que quiser...

Agora se uma pessoa não faz mais nada alem de fazer copy-paste de pedaços de códigos daqui e dali sem perceber bem o que cada coisa faz... Isso já depende de cada um, e da vontade/paciencia/disponibilidade que cada um tem de aprender. Uma pessoa que faca copy-paste de código sem tentar perceber as coisas para o arduino, fará exactamente o mesmo para pic ou avr ou seja o que for. A diferença é que para arduino vai provávelmente arranjar mais coisas já feitas. Se o arduino nunca tivesse aparecido e todas as bibliotecas/exemplos/tutoriais que exististem para Arduino existissem para AVR, as pessoas fariam o mesmo (copy-paste -> funciona -> done). Se essa pessoa quer aprender as coisas mais em profundidade ou não, cada um que venha e decida por si.

Ora aí está,bem falado.