collapse

* Links de Robótica

* Posts Recentes

Apresentação por Tech_JA
[Hoje às 08:21]


Díodo schottky por Njay
[Hoje às 01:46]


EtherCAT / LAN9252 por beirao
[Hoje às 00:43]


Fonte de Alimentação Simétrica com carregadores por Njay
[Ontem às 21:06]


pasta de soldar por fergas
[20 de Agosto de 2017, 11:47]


duvidas sobre utilização de um osciloscopio(zito) num circuito básico por vasco
[19 de Agosto de 2017, 01:09]


A Paixão da Física Walter Lewin , Warren Goldstein por Njay
[18 de Agosto de 2017, 11:45]


Gerar CPL file a partir dos Gerbers? por Hugu
[18 de Agosto de 2017, 00:22]


Ajuda num relógio para termoacumulador por dennis_boy
[17 de Agosto de 2017, 00:07]


Aspiração para CNC por LVirtual
[14 de Agosto de 2017, 17:34]

Autor Tópico: "Robôs" de Combate  (Lida 1899 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline halc

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 4
"Robôs" de Combate
« em: 13 de Maio de 2014, 20:27 »
Boa tarde. O meu nome é Hugo Cerqueira e sou de Viana do Castelo.

Por volta de 2000/2002 passava um programa na "SIC Radical" chamado "BattleBots" onde 2 ou mais "robôs" telecomandados se defrontavam num combate muitas vezes "mortal" para as máquinas. Sendo um criança e sempre tendo gostado das áreas de mecanica e electricidade e de perceber como as coisas funcionam fiquei fascinado por esta actividade.
Quando tinha 11/12 construi o meu primeiro "robô de combate" com peças de carros telecomandado e outras "sucatas" que fui aranjando. Ao longo dos anos fui construido mais destas maquinas. Sempre sozinho e cada vez aprendendo mais, até que acabei por desistir por volta do 16 anos por nunca tem encontrado outros interessados neste hobby.

À cerca de 2 anos encontrei, por acaso, o site/forúm de uma federação deste hobby em Inglaterra: http://www.fightingrobots.co.uk Esta descoberta voltou a reacender a chama que sempre tive por esta área, e passado 6 meses tinha de novo contruido um novo "robô".
Descobri também um jovem brazileiro mas a viver em Portugal que participa das competições desta federação inglesa estando neste momento classificado em 7º lugar de entre mais de 75 competidores. Cheguei a falar com ele algumas vezes via internet sobre tentarmos trazer este hobby para Portugal, mas enquanto a minha ideia era começar por algo simples como um classe de peso baixa e um modo não destructivo, a sua ideia seria começar directamente pela classe de 13kg destructiva onde ele compete. Deixamos de nos falar pouco depois.

Dai apareceu a minha ideia: tentar encontrar um pequeno grupo de pessoas interessadas em serem dos pioneiros deste hobby em portugal, numa classe de baixo peso e não destructiva.
Pensei também em criar um pequeno Kit com todas as peças necessárias a construção de uma destas máquinas.

O objectivo seria ajudar a trazer para Portugal este hobby.

O Kit seria constituido de todas as partes necessárias para a construção do mesmo:
-Motores para locomoção e "arma";
-Radio controlo;
-Bateria/carregador ou suporte para pilhas;
-Chassis as peças ou material para cada um fazer o seu;
-Rodas.

Pelo que vi bastante por alto o preço nem se aproximaria dos 100€, mas é claro que depende dos materiais a usar, motores, e claro o tamanho e peso do robô.

O público alvo seria:
-Crianças como um projecto de "pai e filho";
-Adolescentes com interesse pela áreas inerentes;
-Adultos com conhecimentos das áreas inerentes;
-Todos os que têm interesse por criar algo que possam usar para competir contra outros.

Acabei por nunca fazer nada com esta ideia pois passei por uma faze difícil e não tinha cabeça para pensar em tais coisas.

Recentemente vi-me desempregado e sem nada para fazer, e então esta ideia e vontade de fazer algo diferente e de lançar esta modalidade voltou a aparecer.

A maior dificuldade que tenho neste momento é a de não ter como chegar a possíveis interessado neste "projecto", pois nao frequentei a universidade e nunca conheci pessoas envolvidas nas áreas de electrónica, robótica, etc.
Mas hoje encontrei o vosso site/forúm e decidi finalmente expor a minha ideia, apesar de saber que este hobby não envolve robótica no sentido de fazer robôs automatos, mas sim maquinas telecomandadas.

Apenas gostaria de saber o que vocês acham desta ideia de se lançar esta modalidade em Portugal.

Um muito obrigado pela leitura deste extenso post.

Hugo Cerqueira
« Última modificação: 13 de Maio de 2014, 20:36 por halc »

Offline nvoltex

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 211
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #1 em: 13 de Maio de 2014, 20:38 »
Lembro me perfeitamente de ver o mesmo programa na SIC radical e ficar igualmente fascinado. Na altura, embora ainda muito novo, cheguei até a fazer uns desenhos de possíveis "robots" para eu fazer com restos de carros telecomandados e coisas do género - infelizmente nunca cheguei a avançar com nada por falta de material e por ser muito novo.

A ideia é bastante interessante, mas precisa de alguma elaboração (não sei se por acaso até já a terás feita). Um dos primeiros passos seria aglomerar a maior quantidade de informação possível e estruturá-la em condições para que alguém que nunca tenha ouvido falar sobre esta "modalidade" possa rapidamente perceber do que se trata e quais as suas nuances.  Explicar concretamente o "modo não destrutivo" é também bastante importante.

Offline halc

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 4
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #2 em: 13 de Maio de 2014, 20:43 »
O "modo não destructivo" significa que os "robôs" não podem estar com armas capazes de destruir ou danificar os demais, por exemplo: discos de corte.
Por outro lado, braços elevatórios para virar os outros, ou pinças para prender os outros estariam autorizadas.
As arena possuem um foço que abre e aberturas nas paredes laterais para se poder mandar os outros para fora do combate, quase que como uma luta de sumo.

Offline senso

  • Global Moderator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 9.359
  • Helpdesk do sitio
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #3 em: 13 de Maio de 2014, 20:44 »
Antes de mais bem vindo ao fórum, quanto a battle bots, uma das "celebridades" das internets que escreve bastante sobre as suas criações é o Charles, recomendo que percas umas boas horas a ver TUDO o que ele tem sobre cada um dos robots que ele fez:
http://www.etotheipiplusone.net/

O processo é ligeiramente iterativo apesar de ele o fazer á anos e anos, penso que em portugal, e mesmo lá fora o conceito tem perdido adesão pelo simples facto de que os combates são destructivos, mesmo com robots feitos de metal, fibra de carbono e afins, chegam ao fim sempre com muitas mazelas, e são máquinas com uma manutenção elevada.

Outro problema que estou a ver, é que por 100€, não vais conseguir fazer grande coisa, eu(e um nucleo que ajudei a fundar), temos um robot que tem como preço alvo os 50€, ainda em fase de desenvolvimento, e é preciso cortar muitos, muitos cantos para conseguir tal coisa.

A fazer um robot de combate, 50€ vão facilmente á vida só num par de motores, rodas e um comando(o mais barato que conheço são uns 15€ na hobbyking), juntas baterias, carregadores, e quando chegas á parte do chassis rebentas com o orçamento.

Se tens força de vontade, podias pensar em tentar reavivar os sumoBot, sempre podem ser mais pequeno, mais baratos dado que podem ser de plástico, o nosso robot, facilmente se transforma num sumo-bot, é só adicionar uns sensores de distancia á frente, só que não seria telecomandado, mas acredita que cá, fazer um robot pronto a usar por 50€(pilhas não incluidas  ;D ) é muito dificil, tem de vir tudo de fora.
Avr fanboy

Offline TheDeadLives

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 398
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #4 em: 13 de Maio de 2014, 20:45 »
Também me lembro de ver esses combates na SIC radical  :P, foram esses concursos que me fizeram interessar na robótica também  :)

Como no teu caso, nunca percebi porque nada disto existia em Portugal. Sempre quis participar. Muitas ideias para um robot.

Tal como o senso, não percebi como vais conseguir fazer um robot de 13kg por 100euros. O senso referiu os sumobot. Podem ser feitos sumobots de 1-3kg controlados remotamente. Seria engraçado ver quem faz o melhor e quem ganha ;). Se tens vontade, força nisso. Se precisares de alguma coisa avisa. Podes contar comigo (tanto para participar como para criar um site se necessário).
« Última modificação: 13 de Maio de 2014, 20:50 por TheDeadLives »

Offline senso

  • Global Moderator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 9.359
  • Helpdesk do sitio
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #5 em: 13 de Maio de 2014, 20:47 »
É facil perceber o porquê, preço da brincadeira..
Avr fanboy

Offline halc

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 4
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #6 em: 13 de Maio de 2014, 21:01 »
Antes de mais obrigado pelo feedback.

Tal como disse no meu texto no post original, o outro "rapaz" é que queria começar por introduzir os de 13kg. A minha ideia era se começar pelas classes mais baixas tais como as de 150gramas e 300 gramas.

Para um "robô" simples mas com uma "arma activa" tal como um braço elevatório desses pesos, servos chegam bastante bem, tanto para locomoção como para a arma.

Abaixo fica um video com alguns combates da classe de 150grama não destructivo em Inglaterra:

Offline nvoltex

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 211
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #7 em: 13 de Maio de 2014, 21:10 »
Nunca tinha visto combates desta classe por acaso. Uma vez que não há destruição, como são avaliados estes combates no caso em que não é removido da pista?


Nota: Mesmo esses é preciso ter bastante atenção os motores/servos pois há vários que funcionariam num sistema em repouso para levantar algo com a massa semelhante à desses robots, mas quando adicionas movimento à equação as coisas já não se comportam igual
« Última modificação: 13 de Maio de 2014, 21:16 por nvoltex »

Offline halc

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 4
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #8 em: 13 de Maio de 2014, 21:14 »
Também me lembro de ver esses combates na SIC radical  :P, foram esses concursos que me fizeram interessar na robótica também  :)

Como no teu caso, nunca percebi porque nada disto existia em Portugal. Sempre quis participar. Muitas ideias para um robot.

Tal como o senso, não percebi como vais conseguir fazer um robot de 13kg por 100euros. O senso referiu os sumobot. Podem ser feitos sumobots de 1-3kg controlados remotamente. Seria engraçado ver quem faz o melhor e quem ganha ;). Se tens vontade, força nisso. Se precisares de alguma coisa avisa. Podes contar comigo (tanto para participar como para criar um site se necessário).

Obrigado pelo apoio.
A minha ideia acaba por ser o sumobot mas com pinças e braços elevatórios para se ter mais algum "controlo" cobre os outros.
No video que postei penso que dá para se perceber bem a minha ideia.


Nunca tinha visto combates desta classe por acaso. Uma vez que não há destruição, como são avaliados estes combates no caso em que não é removido da pista?

Sim, este tipo de combates podem ser ganhos por se remover o outro da pista ou caso isso não aconteça, por pontuação, atribuida por "dominio" do combate, agressividade, etc.

Offline Kristey

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 753
Re: "Robôs" de Combate
« Responder #9 em: 14 de Maio de 2014, 05:31 »
Boa noite.
Estou num clube de robtica na minha faculdade e no proximo ano deverei fazer parte da direcção.
Acho que poderias começar por ai. Contactar os nucleos e clubes das universidades, e tambem das escolas secundarias (professores de ed tecnologica e essas coisas)...
Lançavas o desafio para uma competição regional, e depois nacional...
Algo que podes pegar é nos alunos novos da faculdade. Muitos entram no curso de eng electrotecnica sem o minimo de noção ou motivação para o que podem desenvolver no curso.