collapse

* Posts Recentes

Recuperação de um AGC por SerraCabo
[18 de Janeiro de 2019, 19:49]


Proteção Lipo por Kristey
[17 de Janeiro de 2019, 13:24]


Mais uma reparação - frigorífico Fagor por SerraCabo
[16 de Janeiro de 2019, 18:46]


Rolamentos por almamater
[13 de Janeiro de 2019, 22:26]


Artigo 11, 13 e os restantes por brunus
[13 de Janeiro de 2019, 20:26]


Corte de metal - Evolution Rage 2 por SerraCabo
[12 de Janeiro de 2019, 12:36]


Procuro serviço de impressão 3D por brunus
[10 de Janeiro de 2019, 13:41]


Compra partilhada no site da Elektor [voucher 10€ até 2 Janeiro] por brunus
[09 de Janeiro de 2019, 17:37]


Video Porteiro do Prédio por Alfredo Garcia
[06 de Janeiro de 2019, 23:27]


Alicate para crimpar? por Njay
[02 de Janeiro de 2019, 02:02]

Autor Tópico: Mais uma reparação - frigorífico Fagor  (Lida 851 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline brunus

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 215
Re: Mais uma reparação - frigorífico Fagor
« Responder #30 em: 13 de Janeiro de 2019, 20:23 »
Enrolamento "aberto" quer dizer interrompido, fio partido. Aí terias uma resistência alta. Normalmente meço nos 2 sentidos, para o caso de em um deles haver algum díodo ou similar a afectar a medição.

Um link ao calhas acerca da medição de inductância com o método da ressonância LC:
http://www.electronoobs.com/eng_arduino_tut10_3.php
Uso um gerador de funções e o osciloscópio, mais um cap de 1uF filme e um díodo.

Normalmente não é preciso dessoldar os terminais, os circuitos que lá estão agarrados não influenciam nos testes a não ser que eles próprios estejam em curto (algum díodo, cap, IC), mas isso é fácil de detectar nas medições iniciais aos componentes ao redor.
Já cheguei até a testar o circuito de baixa tensão que as PSU alimentam, simplesmente injectando a tensão de alimentação depois do díodo rectificador. Este díodo não deixa a baixa resistência do enrolamento fazer um curto à alimentação injectada. Fiz isto uma vez porque a reparação da PSU ia ser custosa e queria ter a certeza de que o circuito alimentado estava a funcionar, não fosse eu gastar tempo e dinheiro a reparar a PSU e depois o resto não estar a funcionar (tinha ICs proprietários).
Obrigado pelo esclarecimento.

Citar
Os zener pifam sempre em curto. Díodos normais pifam em curto, às vezes em aberto. Nunca vi um díodo schokley :) .
Também não, mas também não os distinguiria, já que também existem...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Diodo_Shockley
Queria escrever schottky e fui googlar para não escrever mal e saiu-me o primo...  ::)

Offline Njay

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 3.408
    • Tróniquices
Re: Mais uma reparação - frigorífico Fagor
« Responder #31 em: 13 de Janeiro de 2019, 21:08 »
Eu sei que eles existem, mas eu realmente nunca vi nenhum :)

Offline vasco

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 342
Re: Mais uma reparação - frigorífico Fagor
« Responder #32 em: 16 de Janeiro de 2019, 12:04 »
A "GM328" que falei anteriormente cumpre todos esses requisitos, tem botão rotativo, pwm e frequencímetro, e ecrã a cores.

tens razão, aparece um monte deles...
ecran a cores para isto é um abuso... penso eu de que.

só não gosto muito é do desenho do pcb, o autor era fan de curvas a 90º, não percebo a vantagem.
Stupid men are often capable of things the clever wouldn't dare to contemplate.

Offline SerraCabo

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 732
    • Serra Cabo
Re: Mais uma reparação - frigorífico Fagor
« Responder #33 em: 16 de Janeiro de 2019, 18:46 »
O díodo Shockley não conhecia mas conhecia (da papelada) este:

https://en.wikipedia.org/wiki/Tunnel_diode

Parecem iguais. Ou não?

SC