collapse

* Links de Robótica

* Posts Recentes

Feira de electricidade e eletrónica por edeweld
[Hoje às 02:02]


Recomendação de um opamp para um DAC r2r por jm_araujo
[Ontem às 10:48]


RN42 e TP-Link MR3020 por doiga
[22 de Novembro de 2017, 19:22]


Ajuda Projecto IR / RF por senso
[22 de Novembro de 2017, 13:15]


Ideias para construir um quadrúpede simples por dropes
[21 de Novembro de 2017, 22:43]


Ajuda com TRIAC por senso
[17 de Novembro de 2017, 18:00]


TV LG White Screen por almamater
[15 de Novembro de 2017, 08:37]


Pergunta sobre prototipagem ( Pesquisa ) por luisjustin
[14 de Novembro de 2017, 23:22]


Medir Agua que está no Poço por Njay
[14 de Novembro de 2017, 13:28]


Amplificador audio por beirao
[12 de Novembro de 2017, 23:43]

Autor Tópico: Qual o melhor, PIC ou Atmega?  (Lida 6885 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Kartech

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 48
Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« em: 02 de Setembro de 2011, 18:49 »
Boa tarde,
Não sei este é o melhor sitio para por esta questão mas não sabia onde a colocar.
Quero fazer um alimentador automático para os meus peixes com 2 servos, relógio (para programar as horas) e alguns leds.
Para este projecto qual acham que é o melhor?
Quais as principais diferenças a nível da programação, facilidade da aprendizagem,  etc.

Obrigado

Offline microbyte

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.322
    • http://ricardo-dias.com/
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #1 em: 02 de Setembro de 2011, 18:55 »
Esta pergunta é muito subjectiva. Opta por um qualquer.

Na minha opinião, se é para aprender, acho que deves ir para PIC porque é mais usado industrialmente.
Mas também não vou contra quem te disser ATMega. ;)

Acho que deves ser tu a decidir.

Offline GnGz

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 665
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #2 em: 02 de Setembro de 2011, 19:00 »
http://www.ladyada.net/library/picvsavr.html

Mas se for pelos samples podes optar pelos pic.

Offline vicardosof

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 223
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #3 em: 02 de Setembro de 2011, 19:01 »
Acredito, como já disseram, que esta é uma das perguntas que não tem resposta.
Nunca usei Atmega. Já usei o PIC em 3 linguagens diferentes e em ambas ele se portou muito bem. Não terás muitas dificuldades com o PIC, além de que ele funciona sem muitos complementos (Clock, etc).

Offline CBX

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.315
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #4 em: 02 de Setembro de 2011, 21:42 »
Mas se for pelos samples podes optar pelos pic.

os samples são de borla e como é que os programas? para programares um AVR se tiveres porta serial ou paralela com menos de 1€ programas tudo da linha de 8 bits, pics já não é bem assim, precisas de um programador proprietário para programar os mais recentes e segundo tenho lido não é grande coisa (o pickit3), podes também fazer um programador por porta serial mas só programas meia duzia de pics antigos.

eu diria que a vantagem da microchip era o pickit2 mas a partir do momento que precisas de um pickit3 para programar os pics mais recentes e este é muito mais lento e tem muito menos funções que o anterior, praticamente pelo mesmo preço tens o AVR Dragon que programa tudo da Atmel, é rápido, simples e permite in system debug...

já para não falar que praticamente tudo da atmel é open source, desde programas a bibliotecas, drivers, na microchip é oposto, é quase tudo proprietário...

usei pics uma vez ou duas e vou ser sincero: detestei  ;D
« Última modificação: 02 de Setembro de 2011, 21:44 por CBX »

Offline msr

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 795
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #5 em: 02 de Setembro de 2011, 22:05 »
PIC! Para mim ter acesso a samples gratuitas é uma enorme vantagem. O dinheiro que gastei num Pickit2 já o devo ter ganho com a quantidade de samples que a Microchip já me enviou. A Atmel não te dá nada. O facto da atmel ter mais código open-source disponivel acho que não é de todo importante para o que queres fazer.
Para o que queres não precisas de ter o PIC de ultima geração podes muito bem usar um mais antigo. Tenta arranjar um Pickit2 usado (ou novo, na MicrochipDirect por ~25€) e escolhe um microcontrolador.

CBX que PICsé que experimentaste?
Gamas de 8bit "não vou muito à bola" com elas, mas os PIC24 e dsPIC são um espectáculo :)

Offline CBX

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.315
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #6 em: 02 de Setembro de 2011, 22:08 »
16F e 18F, os que dão para programar com o JDM  :P

Offline GnGz

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 665
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #7 em: 03 de Setembro de 2011, 09:49 »
Mas se for pelos samples podes optar pelos pic.

os samples são de borla e como é que os programas? para programares um AVR se tiveres porta serial ou paralela com menos de 1€ programas tudo da linha de 8 bits, pics já não é bem assim, precisas de um programador proprietário para programar os mais recentes e segundo tenho lido não é grande coisa (o pickit3), podes também fazer um programador por porta serial mas só programas meia duzia de pics antigos.

eu diria que a vantagem da microchip era o pickit2 mas a partir do momento que precisas de um pickit3 para programar os pics mais recentes e este é muito mais lento e tem muito menos funções que o anterior, praticamente pelo mesmo preço tens o AVR Dragon que programa tudo da Atmel, é rápido, simples e permite in system debug...

já para não falar que praticamente tudo da atmel é open source, desde programas a bibliotecas, drivers, na microchip é oposto, é quase tudo proprietário...

usei pics uma vez ou duas e vou ser sincero: detestei  ;D

Não olhei para esse detalhe: Mas a prova disso é mesmo veres pic's como programadores de avr.

Cumprimentos,

Offline Sérgio_Sena

  • Administrator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 1.642
    • Electronic Gear for Musicians
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #8 em: 03 de Setembro de 2011, 11:26 »
segundo tenho lido não é grande coisa (o pickit3)

Incorrecto. Tens lido mal então. Aconselho a procurar melhor locais de leitura.
Pelo preço do PK3, e pelo q faz, acho q é uma escolha muito boa. E faz ICD também.
Podes pô-lo ao pé de um AVR-ICD, que é exactamente a mesma coisa, e por preços iguais.

É claro q se só usarem programador (hobbistas), a comparação é injusta.
Mas assim que experimentarem desenvolver com ICD, não querem outra coisa, e a comparação já é justa.

Além de que o PK3 tem uma versão de stand-alone. Ou seja, tem uma memória interna q pode gravar o firmware a gravar nos PICs externos.
Pode programar sem necessitar de computador.





eu diria que a vantagem da microchip era o pickit2 mas a partir do momento que precisas de um pickit3 para programar os pics mais recentes e este é muito mais lento e tem muito menos funções que o anterior, praticamente pelo mesmo preço tens o AVR Dragon que programa tudo da Atmel, é rápido, simples e permite in system debug...

Mais uma vez incorrecto, falas sem conhecimento de causa, porque o PK3 faz In-Circuit-Debug - ICD.





já para não falar que praticamente tudo da atmel é open source, desde programas a bibliotecas, drivers, na microchip é oposto, é quase tudo proprietário...

Muito incorrecto.
Basta ir à página da empresa para encontrar "quase" tudo gratuito. O "quase" é quando são bibliotecas third-party oferecidas pela Microchip, e aí eles como as compram, têem q cobrar pelas mesmas. Mas estas bibliotecas são especializadas para desenvolvimento, algo que os hobbistas novos não vão necessitar.
Os profissionais confiam mais em bibliotecas a pagar, do que gratuitas. Porquê? porque o tempo de desenvolvimento é muito menor, e podemos chatear quem as fez para nos tirar dúvidas. Enquanto que nas gratuitas temos q perder tempo nos fóruns, à espera de uma resposta que poderá nem vir.




usei pics uma vez ou duas e vou ser sincero: detestei  ;D

Então parece-me que nunca os usaste, porque se isso acontecesse, não falávas assim.

Sim, claro, a arquitectura das série low-mid-range 10/12/16 ainda é um pouco arcaica. Eles mativeram-nas assim. Comparativamente aos ATTiny, o AVR está melhor. Felizmente aprendeu com os erros dos outros, e desenhou o micro a pensar nisso.
Embora a nova série 16 enhanced-mid-range já esteja bastant melhor e a pensar em compiladores C.

Indo para as séries altas de 16 e 32 bits, então já falamos doutra maneira. Os novos dsPIC33 com DSP dedicado e os 24H com DMA, são fantáticos. Desenhados já de forma diferente, a pensar na integração com compiladores C e na facilidade de transporte de informação internamente. Muito rápidos.
Os PIC32 são excelentes, ao nivel dos AVR32.

É claro que ambos não competem com ARM, mas essa já é outra conversa.






Colega, antes de atirar opiniões para o ar, mostrando que não experiência de causa, é aconselhavel pensar duas vezes antes de escrever. Se não sabe, não fala.
Programar errantemente "uma vez ou duas", não é suficiente para ter opinião formada. E formar opinião, tendo em conta leituras de foruns de opiniõs de terceiros... hum...


Falo com experiência de causa. Seja PIC, AVR, ARM, Rabbit, 8051, entre outros, já fui a todos e sei como são. Tenho opinião formada sobre cada um. Até os últimos 8051 (80515), são melhores em alguns casos que alguns PICs, e foi por estes que a ATMEL desenhou os seus micros: aprendeu com os erros dos outros.



Esta habitual guerra de quem é que tem o "maior", não faz sentido sem antes se pesarem todos os pontos.

A minha opinião, e visto que o <Kartech> está a começar, é pegar em :: AVR.
Começar por uma arquitectura que já está mais pensada para o desenpenho e facilidade de integração com compilador C. Mesmo programando em ASM, o AVR é melhor.
Ou então Arduino, onde está tudo mastigado. Mais facil é impossivel. Mas também não aprende das entranhas, é tipo montar LEGO.




Offline CBX

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.315
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #9 em: 03 de Setembro de 2011, 15:32 »
stand alone já o pickit2 era e eu nunca disse que não fazia in system debug.

as funções de que eu falo são por exemplo a uart tool e logic tool que até podem dar jeito...

no pickit3 não é preciso fazer download de firmware novo quando se troca de família de pics? no anterior não era preciso.

como disse usei uma vez ou duas e foram as séries mais baixas, nunca usei pics nem 16 nem 32bits

Offline Njay

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 3.141
    • Tróniquices
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #10 em: 03 de Setembro de 2011, 16:53 »
Só para esclarecer o ponto relativo à postura da Microchip face a software OpenSource para os seus chips e respectivo desevolvimento:

Hackaday alum and owner of Dangerous Prototypes [Ian Lesnet] recently wrote an editorial piece calling out Microchip on some of their less than friendly attitudes towards open source.

[Ian] and his company use PIC microcontrollers extensively in their projects, and they have quite a high opinion of their products overall. The gripe that he has (and thinks you should have too) is regarding Microchip’s approach to open source.

You see, Microchip invested in the Arduino IDE and released the chipKIT, a 32-bit Arduino compatible development board, along with big promises of “playing nice” with the open source community. The problem, according to [Ian], is that while Microchip’s compilers are based on GCC, they “keep some special sauce locked up”, which means that certain parts of the chipKIT toolchain are not open. Many in the community, including [Ian] had high hopes for the chipKIT based on the successes seen by Amtel’s open source initiatives, but many things are still locked up behind closed licenses.

An example of this unfriendly attitude towards open source can be seen in Digilent’s recently released network shield. It supports Ethernet and USB features of the chipKIT MEGA, but the TCP/IP and USB stacks are completely closed source. Digilent pushed hard to get the ability to release open drivers for the board, but it was a battle they ultimately lost. This behavior creates roadblocks for seasoned developers of open source products such as Dangerous Prototypes, as well as the curious beginner, which is why [Ian] is making a point in bringing these issues to light.

[Ian] urges Microchip to give something significant back to the community they are tapping, a result which can only be achieved by speaking up. Be sure to check out his editorial, and if after reading it you have any interest in letting your voice be heard, drop Microchip a line and let them know that their one-way relationship with the open source community is something you would like see change.


O resto aqui:
http://hackaday.com/2011/08/31/addressing-microchips-open-source-problem/

Quanto picKIT3 também ouvi falar mal quando saiu, mas a Microchip prometeu que ia tratar de corrigir os problemas e publicar o software em OpenSource (que pelos vistos não publicou, ou não publicou na totalidade).

Offline Kartech

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 48
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #11 em: 06 de Setembro de 2011, 19:47 »
Obrigado pelas respostas :)
Vou optar pelo PIC, uma vez que tenho o manual do asena (muito obrigado).

Agora só me falta o programador,
(..)Tenta arranjar um Pickit2 usado (ou novo, na MicrochipDirect por ~25€) (...)
Não tenho que arranjar um circuito/placa para ligar ao PIC, como este?
Ou é mais fácil arranjar um destes e instalar o MPLAB?
Qual é a diferença entre os dois primeiros e o ultimo?

Offline maurosmartins

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 483
    • msm
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #12 em: 06 de Setembro de 2011, 21:14 »
Olá Kartech,

eu também te recomendo o pickit2 eventualmente o 3 mas o 2 é mto bom.

Em relação à placa é uma opção tua. A placa nada mais é que uma PCB com o micro uns leds e o conector para o pickit!

Se ja tens algum PIC, podes desenhar uma placa tua com as ligações para o pickit (ICSP) ou então usar uma breadboard ou ainda procurar na net, que existem milhentas placas de desenvolvimento.

as ligações para o ICSP é algo do género:

esse esquema é uma possibilidade, se for só alimentado pelo pickit é só assim, se for para tirar o pickit (e ter o mclr activo) falta uma resistencia entre o MCLR e o Vdd tipo 4.7K a 10k.

Qualquer duvida é só dizer.

Cumps, Mauro

Offline beirao

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.494
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #13 em: 07 de Setembro de 2011, 13:17 »
Para alem da resistencia no MCLR costumo usar tambem um diodo de schokty para proteger quando ta o pickit e outra fonte ligada.. :)
"O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho, é no dicionário" - Albert Einstein

Offline maurosmartins

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 483
    • msm
Re: Qual o melhor, PIC ou Atmega?
« Responder #14 em: 08 de Setembro de 2011, 19:25 »
Ola Beirao, esse diodo é.... excesso de zelo :P não é necessário, nem a microchip o usa nos seus productos como é o caso dessa pcb

http://ww1.microchip.com/downloads/en/DeviceDoc/41301A.pdf

é um bom sitio para ver como se costuma implementar o ICSP

Cumps, Mauro.