collapse

* Links de Robótica

* Posts Recentes

duvidas sobre utilização de um osciloscopio(zito) num circuito básico por vasco
[Hoje às 01:09]


A Paixão da Física Walter Lewin , Warren Goldstein por Njay
[Ontem às 11:45]


Gerar CPL file a partir dos Gerbers? por Hugu
[Ontem às 00:22]


Díodo schottky por SerraCabo
[17 de Agosto de 2017, 21:51]


Ajuda num relógio para termoacumulador por dennis_boy
[17 de Agosto de 2017, 00:07]


Aspiração para CNC por LVirtual
[14 de Agosto de 2017, 17:34]


Ligar motor de drive de DVD por jm_araujo
[14 de Agosto de 2017, 09:25]


Nos primordios da automaçao... por LVirtual
[13 de Agosto de 2017, 10:00]


Placa desconhecida em brinquedo por SerraCabo
[12 de Agosto de 2017, 23:46]


Inquérito sobre a interação humano-robot por Ana Pires
[12 de Agosto de 2017, 20:53]

Autor Tópico: Free Energy  (Lida 36990 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline c3dr1c

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 846
Free Energy
« em: 25 de Fevereiro de 2012, 16:49 »
Boas pessoal...

Vinha aqui lançar uma discução que pode ser interessante. Metodos de obter energia electrica a partir do nada. O objectivo aqui nao é tentar alimentar a nossa casa mas sim brincar um pouco com a energia que anda no ar, com a energia electromagnetica, com movimentos perpetuos, etc...

Existem videos no youtube deveras interessantes, mas muitos devem ser fake. De qualquer maneira deixo aqui uns videos que me chamaram a atenção.

!


o primeiro exemplo ta mesmo fixe...







Cumprimentos
"O único modo de descobrir os limites do possivel é aventurarmo-nos um pouco para além deles em direcção ao impossivel."

Uma das Três Leis de Arthur C. Clarke

Offline Mike

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 91
    • Robot Gecko
Re: Free Energy
« Responder #1 em: 25 de Fevereiro de 2012, 16:54 »
Nem sei que dizer... Movimento perpétuo = Impossível, tens sempre perdas mecânicas, visto que precisas sempre de movimento, como o atrito ou por ventilação, se usares energia eléctrica para alimentar tens ainda perdas de potência.

Podes aproveitar a energia dos movimentos existentes, vento, marés, ondas, nesta área ja ouvi falar das ondas electromagnéticas, mas é pouco produtiva.

Offline c3dr1c

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 846
Re: Free Energy
« Responder #2 em: 25 de Fevereiro de 2012, 17:34 »
Yap ha sempre forças a contrariar. Mas talvez ha-ja maneira de as contrariar ou de as compensar.
 Por exemplo criar um movimento perpetuo sem atrito mecanico. Utilizando imans para fazer a levitação do componente que gira.... Mas ai vamos ter a resistencia do ar... metendo o componente dentro de uma caixa em vacuo... nao sei é so mandar uns bitaites para o ar :P

Usar a energia das microndas para ajudar ao movimento...

Isto é mesmo tema de novato na área, que é o que eu sou :P Mas sei la, tem o seu interesse loool

Alguem ja fez alguma experiencia deste genero?

O primeiro video, acham que é verdade? Supostamente do ar conseguimos retirar alguma tensão, mas corrente devia de ser na ordem dos microamperes... E alimentar 12 lampadas daquelas...

Cumps...

mylow magnet motor

« Última modificação: 25 de Fevereiro de 2012, 17:49 por c3dr1c »
"O único modo de descobrir os limites do possivel é aventurarmo-nos um pouco para além deles em direcção ao impossivel."

Uma das Três Leis de Arthur C. Clarke

Offline zedlav

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 78
Re: Free Energy
« Responder #3 em: 25 de Fevereiro de 2012, 18:26 »
 Remember Nikola Tesla. 

Offline zedlav

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 78
Re: Free Energy
« Responder #4 em: 25 de Fevereiro de 2012, 18:35 »
A partir de pouca energia obter mais energia dizem ser possivel. Na verdade eu pouco percebo de eletrónica analógica para dizer se é verdade. Bedini Motor :

Offline Mike

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 91
    • Robot Gecko
Re: Free Energy
« Responder #5 em: 25 de Fevereiro de 2012, 19:31 »
A partir de pouca energia obter mais energia dizem ser possivel. Na verdade eu pouco percebo de eletrónica analógica para dizer se é verdade. Bedini Motor :

A energia não aparece do nada, tem de ser transformada de um tipo para a outra, mecânica para electrica, quimica para electrica, electrica - quimica, e assim mas não aparece do nada, se tens 1 W nao podes obter 100 W do nada, tens de os acrescentar ao sistema.

Offline c3dr1c

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 846
Re: Free Energy
« Responder #6 em: 25 de Fevereiro de 2012, 19:50 »
nada se perde, nada se ganha, tudo se transforma :P
"O único modo de descobrir os limites do possivel é aventurarmo-nos um pouco para além deles em direcção ao impossivel."

Uma das Três Leis de Arthur C. Clarke

Offline Mike

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 91
    • Robot Gecko
Re: Free Energy
« Responder #7 em: 25 de Fevereiro de 2012, 20:42 »
nada se perde, nada se ganha, tudo se transforma :P

Nem mais nem menos...

Offline CBX

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 1.315
Re: Free Energy
« Responder #8 em: 25 de Fevereiro de 2012, 20:49 »
lê as leis da termodinâmica...

Offline c3dr1c

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 846
Re: Free Energy
« Responder #9 em: 25 de Fevereiro de 2012, 22:00 »
Sem duvida que é interessante o projecto do Bedini.

Este site indica o conceito do projecto dele em pt: http://energiadomagnetismo.blogspot.com/2008/12/bedini.html

Se é este o conceito, será que funciona mesmo?


Edit: http://www.tecnologiasdeultimogrito.com/antenas-captam-energia-eletrica-ar/
Vejam esse site.
« Última modificação: 25 de Fevereiro de 2012, 23:37 por c3dr1c »
"O único modo de descobrir os limites do possivel é aventurarmo-nos um pouco para além deles em direcção ao impossivel."

Uma das Três Leis de Arthur C. Clarke

Offline zedlav

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 78
Re: Free Energy
« Responder #10 em: 26 de Fevereiro de 2012, 00:17 »
O Bedini Motor, pesso que  sim, visto que no youtube já vários utilizadores postarem videos e a dizer que obtiveram resultados. No caso da energia pelo ar é um conceito do Nikola Tesla. Já há pessoal a testar já alguma coisa seguindo as suas patentes.

Offline c3dr1c

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 846
Re: Free Energy
« Responder #11 em: 26 de Fevereiro de 2012, 02:28 »
Entao segundo o que percebi vamos ter duas baterias. Uma que fornece energia e outra que recebe. E o objectivo é carregar uma ou mais que uma bateri,a so com uma bateria a fornecer. Sendo assim temos energia electrica gratis???  ??? Será??  :o  :P

Vai existir uma bobine que recebe pulsos para movimentar o "rotor" e outra bobine que transforma energia electromagnetica em electrica. Qualquer coisa deste genero... :P
"O único modo de descobrir os limites do possivel é aventurarmo-nos um pouco para além deles em direcção ao impossivel."

Uma das Três Leis de Arthur C. Clarke

Offline senso

  • Global Moderator
  • Mini Robot
  • *****
  • Mensagens: 9.357
  • Helpdesk do sitio
Re: Free Energy
« Responder #12 em: 26 de Fevereiro de 2012, 02:36 »
99,99% são esquemas, o que sobra são tolos que acham que descobriram o santo graal.
Nada é 100% eficiente.
Não se cria energia do nada, isto não é o StarGate com os seus ZPM que mesmo esses não tiram energia do nada mas sim de um universo paralelo, coisa que a nossa fisica nem sequer aceita..
Mas se quiserem perdes 10 minutos da vossa vida, agarrem em dois motores electricos, liguem os eixos de um ao outro, um é motor o outro é geradar, alimentem o motor com o gerador, rodem o eixo dos motores á mão, os motores rodam para sempre? Nem por isso..
Avr fanboy

Offline Mike

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 91
    • Robot Gecko
Re: Free Energy
« Responder #13 em: 26 de Fevereiro de 2012, 13:14 »
Concordo totalmente com o senso. Ainda não percebi o Bedinni mas não é possível a partir de 1W criar mais de 1W o mais certo é até ser menos, devido a perdas mecânicas, no cobre e electromagnéticas, visto que tem bobines.
É impossivel.

Offline c3dr1c

  • Mini Robot
  • *
  • Mensagens: 846
Re: Free Energy
« Responder #14 em: 26 de Fevereiro de 2012, 14:26 »
pelo que percebi ele transforma a energia cinetica em electrica...
"O único modo de descobrir os limites do possivel é aventurarmo-nos um pouco para além deles em direcção ao impossivel."

Uma das Três Leis de Arthur C. Clarke